Radio Calema
InicioCovid-19Covid-19: Lunda Sul regista rotura de vacinas

Covid-19: Lunda Sul regista rotura de vacinas

A comissão provincial de resposta rápida à Covid-19 na Lunda Sul regista, há 15 dias, rotura das vacinas Astrazeneca, Sinopharm, Pfizer, Johnson e Johnson.

Em declarações hoje, quarta-feira, à ANGOP, o coordenador adjunto da comissão, Viegas de Almeida, disse que a única vacina disponível na província é a Sinopharm, com 30 mil doses.

De modo a mudar o quadro, sem revelar as quantidades, o responsável adiantou que ainda esta semana a província será reforçada com as vacinas em falta.

Apesar disso, os três postos de vacinação disponíveis na cidade de Saurimo registam uma adesão considerável, face a obrigatoriedade da apresentação do cartão ou certificado de vacina nas instituições.

Director do Gabinete Provincial da Saúde na Lunda Sul, Viegas de Almeida.
(João Wassamba)

Conforme o responsável, a comissão prevê a abertura de mais um posto de vacinação em Saurimo, de modo a responder à procura por parte dos cidadãos.

Viegas de Almeida fez saber que desde o início da campanha, mais de 100 mil pessoas foram já vacinadas contra à Covid-19, na província da Lunda Sul, sendo 50 mil com apenas a primeira dose e igual número com as duas e doses únicas.

Garantiu envidar esforços para, até ao primeiro trimestre de 2022, conseguir vacinar 50 por cento da população ilegível, das 327 mil cadastradas.

Face a esta pretensão, adiantou que a comissão gizou um programa que dentro de dias terá inicio, levar a vacina as comunidades que não podem se deslocar as sedes, sobretudo a nível de Saurimo, por apresentar maior densidade populacional.

FonteAngop

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.