Radio Calema
InicioAngolaPolíticaEleições Gerais 2022: Presidente da República aprova mais 6,4 milhões de dólares...

Eleições Gerais 2022: Presidente da República aprova mais 6,4 milhões de dólares para sede da CNE

O Presidente da República autorizou um ajuste directo de 6,4 milhões de dólares para a realização de trabalhos complementares na sede da Comissão Nacional Eleitoral e do Centro de Escrutínio Nacional, para “aumento de áreas de trabalho”, a serem realizados pela empresa Mitrelli Group, que já é a responsável pela transformação da antiga fábrica Up Mission, nos Coqueiros, na nova “casa” da CNE.

O Presidente da República, João Lourenço autorizou ainda a disponibilização de 115,2 milhões de kwanzas para o contrato de prestação de serviços de fiscalização da empreitada, a ser realizado com a empresa Progest.

As obras da nova sede da Comissão Nacional Eleitoral, no edifício da antiga fábrica Up Mission, nos Coqueiros, que vão custar aos cofres do Estado 44,7 milhões de dólares, estão em marcha desde Julho de 2020.

Por apurar está ainda o valor da “indemnização decorrente da cessação do contrato” à empresa SOREA – Sociedade de Refrigerantes de Angola, que tem como sócios Diógenes do Espírito Santo Oliveira, deputado e secretário para a Economia e Finanças do MPLA, Paulo Maria Augusto, ex-secretário-geral do Ministério da Juventude e Desporto, e Magalhães Ernesto Domingos da Silva, como avançou, em Junho de 2020, o Novo Jornal.

O decreto presidencial 180/21 assinado pelo Chefe de Estado entrega também esta obra ao grupo israelita Mitrelli, a operar em Angola desde os anos 80, e delega competências ao director do Gabinete de Obras Especiais para a aprovação das peças do procedimento contratual, verificação da validade e legalidade de todos os actos para a celebração do contrato, incluindo a sua assinatura.

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.