Radio Calema
InicioAngolaSociedadeParceria entre ministérios e Fundo das Nações Unidas para População capacita jovens...

Parceria entre ministérios e Fundo das Nações Unidas para População capacita jovens mulheres

O Ministério da Juventude e Desportos (MINJUD) em parceria com o Fundo das Nações Unidas para a População (UNFPA), Organizações da Sociedade Civil e com o apoio do Ministério dos Transportes encerram na semana finda, na Academia do Porto de Luanda, a formação de empreendedorismo com o tema Empreendedorismo, Gestão da Saúde Menstrual e Igualdade de Género.

A formação de empreendedorismo, que decorreu desde o dia 25 de Outubro até 04 de Novembro, está inserida nas comemorações do Dia Mundial da Menina, celebrado mundialmente a 11 de Outubro, e foi dirigida a mulheres dos 20 aos 35 anos de idade e ministrada por uma formadora de Cabo Verde, Lara Amado. A formação observou duas componentes: por um lado capacitar as mulheres a criar e desenvolver uma marca com recurso a ferramentas digitais em redes sociais, e por outro, a confeccionar absorventes íntimos reutilizáveis e impermeáveis. O UNFPA é o ponto focal da organização do evento que reuniu participantes nomeadas pelo MINJUD/Programa JIRO e pelas organizações parceiras Centro de Apoio ao Jovem (CAJ) e Conselho das Igrejas Cristãs de Angola (CICA)

Para o representante do MINJUD, Kikas Machado, Director Nacional para Políticas da Juventude, capacitar estas mulheres é também ajudar no desenvolvimento da economia nacional. “Ao criar o seu próprio negócio, a sua fonte de rendimento, elas garantem não somente o sustento da família, mas asseguram a gestão da saúde e higiene menstrual”, afirmou Kikas Machado.

“Os objectivos desta capacitação, prende-se com o facto de facilitar sinergias com países de expressão portuguesa, fortalecendo assim a Cooperação Sul-Sul, mas tendo sempre em conta os princípios e prioridades do avanço da Igualdade do Género. Um mundo em que as mulheres podem contribuir para o desenvolvimento económico”, afirmou o Representante Residente do UNFPA em Angola, DR. Mady.

As 30 jovens mulheres foram nomeadas pelas Organizações parceiras do UNFPA e com o fim desta formação estão agora preparadas para criar a sua marca e capacitar outras mulheres para apoiar o desenvolvimento da economia nacional.

Esta formação resultou da parceria estabelecida entre o UNFPA, MINJUD, CAJ, CICA, contou com o apoio do Ministério dos Transportes que cedeu as instalações da Academia Portuária de Luanda para a realização do evento. O encontro teve um formato inteiramente presencial, tendo como facilitadora principal a formadora Lara Amado, que detém experiência na produção e comercialização de pensos higiénicos artesanais, assim como nos temas de igualdade e equidade de género e empoderamento da mulher. Lara Amado é a criadora da marca Nha Pumbinha, pioneira na confecção de pensos reutilizáveis e impermeáveis, com sede em Cabo Verde que actualmente distribui para a Europa e América.

Para o representante do MINJUD, Kikas Machado, Director Nacional para Políticas da Juventude, (à frente) capacitar estas mulheres é também ajudar no desenvolvimento da economia nacional.
(DR)

“Em Angola existem muitas mulheres capazes e que podem aumentar o rendimento das suas famílias, assim como demonstrar a igualdade de género que deve ser sempre um ponto importante no afirmar das mulheres como força motriz da sociedade. Espero que a minha experiência possa ajudar a capacitar estas mulheres a chegar aonde pretendem”, afirma Lara Amado.

A formação que teve a duração de nove dias, reuniu na Academia do Porto de Luanda 30 jovens que aprenderam de raiz como criar a sua marca nas redes sociais, gerir marcas, noções básicas de empreendedorismo e feminismo, e uma parte prática que incluiu a confecção de pensos reutilizáveis impermeáveis.

A iniciativa tem também como base a Estratégia de Igualdade de Género de 2019 do UNFPA que se centra na capacitação de mulheres e meninas adolescentes e reafirma o compromisso da instituição em apoiar a realização de compromissos e resoluções internacionais,  com foco no fortalecimento da responsabilidade institucional orientada para a acção e na implementação de uma abordagem integrada, promovendo a igualdade de género e o empoderamento de mulheres e meninas.

O UNFPA Angola apoia o trabalho do Governo de Angola no fortalecimento da capacidade das instituições públicas nacionais e provinciais em gerar em prover serviços integrados de saúde sexual e reprodutiva, desenvolver o pleno potencial da juventude, com ênfase na igualdade e equidade de género e utilizar dados desagregados para fundamentar as políticas e os programas de combate às desigualdades no desenvolvimento, inclusive em contextos humanitários.

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.