Radio Calema
InicioEconomiaUm dos maiores fundos de pensões do mundo retira 15 mil milhões...

Um dos maiores fundos de pensões do mundo retira 15 mil milhões de dólares dos combustíveis fósseis

O ABP, um fundo de pensões dos Países Baixos (Holanda), e um dos maiores do mundo, vai desfazer-se das participações que detém em várias empresas de petróleo, gás e carvão até ao primeiro trimestre de 2023

Um dos maiores fundos de pensões do mundo, o ABP, que gere as contribuições sociais da administração pública e professores, na Holanda, anunciou que vai vender todas as suas participações em empresas ligados aos combustíveis fósseis (petróleo, gás e carvão) até ao primeiro trimestre de 2023.

As participações do fundo em cerca de 80 empresas representam actualmente quase 3% dos activos do ABP, calculados em 528 mil milhões de dólares.

Este desinvestimento significa que o fundo deixará de ter participações na Royal Dutch Shell, o centenário gigante petrolífero holandês.

A causa de tudo isto: as alterações climáticas e uma aceleração necessária da transição energética.

A ABP está, de qualquer modo, e talvez isso também tenha sido determinante, ameaçado por uma acção legal na Holanda sobre seus investimentos em combustíveis fósseis, mesmo que o responsáveis do fundo já tenham vindo dizer que o desinvestimento em energias fósseis nada tem a ver com este processo legal.

No entanto, Rob Bauer, professor de finanças da Universidade de Maastricht, disse que a decisão do ABP foi “muito surpreendente”, e questionou se o facto do fundo deixar de ter uma palavra nessas empresas sobre descarbonizado “ajudará na luta contra as mudanças climáticas?”.

A decisão da ABP segue-se ao anúncio, em Setembro, do CDPQ, outro fundo de pensões, desta vez o segundo maior fundo de pensões do Canadá, de que iria alienar até ap final do ano de 2022, o seu portfólio de participações no sector petrolífero, estimado em cerca de 400 mil milhões de dólares.

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.