Radio Calema
InicioPolíticaMPLAEleições no MPLA: Tchizé dos Santos declara apoio a candidatura de António...

Eleições no MPLA: Tchizé dos Santos declara apoio a candidatura de António Venâncio

A ex-deputada Tchizé dos Santos, disse que a candidatura do engenheiro António Venâncio poderá ajudar a democracia interna do MPLA, o único partido em Angola que nunca realizou eleições com múltiplas candidaturas desde 1975.

A ex-deputada do MPLA Tchizé dos Santos fez tais declarações está quarta-feira, através das redes sociais, tendo declarado também o seu apoio a candidatura do engenheiro António Venâncio que, em Dezembro desde ano pode disputar, no VIII congresso do partido maioritário, à liderança com o actual presidente do partido e da República, João Lourenço.

Tchizé dos Santos disse que apoia a candidatura do militante António Venâncio à Presidência do MPLA, pois, na sua visão, é muito importante que pela primeira vez em 65 anos de existência do partido que governa Angola, haja mais de um candidato à sua Presidência”, lê-se na declaração de Tchizé recém regressada do evento – Woman at the top Europe – promovido pela “Finantial Times”, na Inglaterra.

A ex-deputada do MPLA Tchizé dos Santos fez tais declarações está quarta-feira, através das redes sociais, tendo declarado também o seu apoio a candidatura do engenheiro António Venâncio.
(DR)

António Venâncio queixa-se de bloqueios
A ex-deputada e filha do ex-Presidente José Eduardo dos Santos, torna-se assim no primeiro “peso pesado” da elite do MPLA, a declarar apoio aberto a António Venâncio que esta semana queixou-se de “bloqueio” ao processo de recolha de assinaturas para a sua candidatura por parte de indivíduos que considera “antidemocratas”.

Por outro lado, António Venâncio insurgiu-se também contra a imprensa pública e outras instituições do Estado a quem acusa de tentativa de inviabilizar a sua candidatura a favor do actual presidente, João Lourenço.

Entretanto, a declaração da filha do antigo Chefe de Estado, surge na mesma semana em que anunciou impugnar o congresso do MPLA que elegeu João Manuel Gonçalves Lourenço, a liderança do partido em 2018, após identificar actos não permitidos em congressos extraordinários, o que em si configuram violação aos estatutos do partido.

“Tchizé” dos Santos que declara ter as suas quotas pagas em dia, em áudios que o Club-K, teve acesso, entende que à luz da constituição angolana todos devem disputar a corrida eleitoral em pé de igualdade em respeito ao princípio do direito a igualdade.

Havendo dois pré-candidatos ao congresso, a antiga deputada parlamentar nota que o actual Presidente João Lourenço – através das moções de apoio da direcção do partido – está a usar os meios e fundos da máquina partidária a favor da sua campanha violando o princípio da igualdade, consagrada na constituição da República de Angola. Com isso, a filha do ex-Presidente José Eduardo dos Santos vê uma oportunidade para pôr ordem no MPLA, impugnando a candidatura do actual Presidente.

De realçar que os estatutos do MPLA impõem que cada candidatura ao mais alto cargo do partido deva fazer-se acompanhar da subscrição de pelo menos mil militantes.

Além de João Lourenço, tido como candidato natural, António Venâncio é o primeiro a fazer-se ao jogo partidário 47 anos depois de um primeiro “ensaio”, denominado Congresso de Lusaka, ocorrido em 1974.

O VIII Congresso Ordinário do MPLA decorre de 9 a 11 de Dezembro de 2021.

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.