Radio Calema
InicioEconomiaQuem são as 43 mulheres que «mandam» na banca angolana?

Quem são as 43 mulheres que «mandam» na banca angolana?

Poucas são as mulheres que desempenham funções nos conselhos de administração de bancos em Angola. Embora o número ainda seja «irrisório», o Novo Jornal apresenta, nesta edição, os nomes e 30 dos 43 rostos das senhoras «donas da banca» no País.

Dados de uma pesquisa feita pelo Novo Jornal indicam que os conselhos de administração de 24 dos 25 bancos comerciais que operam em Angola são dominados pelo género masculino, sendo no total 147 homens contra 43 senhoras. Noutras palavras, isso significa que, dos 190 membros dos conselhos de administração e comissões-executivas das instituições bancárias apurados, apenas 23% são senhoras, ao passo que 77% são homens.

A forma como está “pintado” o actual quadro do topo da hierarquia da banca angolana, controlada em grande escala por pessoas do sexo masculino, leva a gestora sénior de risco Julay Morais a concluir que o País tem um longo percurso a fazer para mudar a questão relativa à liderança equilibrada. Fruto disso, entende que “a mudança legislativa é necessária”, mas defende que “o primeiro passo começa dentro de cada empresa com a mudança de comportamento”.

A pesquisa do Novo Jornal, que somente deixou de fora os dados do Banco da China, aponta que, num grupo de 24 presidentes de Conselho de Administração (PCA) de bancos consultados, apenas duas senhoras ocupam esta pasta. Trata-se da advogada Zenaida Gertrudes dos Santos Ramos Zumbi, que, desde Novembro de 2019, exerce a função de PCA do Banco de Comércio e Indústria (BCI), e da portuguesa e também advogada Maria do Céu da Silva Rebelo Martins Figueira, nomeada, em 2016, ao cargo de PCA do Banco de Crédito do Sul (BCS).

Apenas cinco senhoras são CEO

A questão da igualdade de género nos boards dos bancos comerciais que actuam em Angola está ainda muito longe de ser uma realidade, visto que os dados da nossa pesquisa assinalam que só cinco mulheres são presidentes de comissão-executiva (PCE) ou então Chief Executive Officer (CEO) de instituições bancárias. Contudo, nenhuma delas ocupa o referido cargo entre os cinco maiores bancos em activos do sistema financeiro nacional, nomeadamente: Banco Angolano de Investimentos (BAI), Banco de Fomento Angola (BFA), Banco de Poupança e Crédito (BPC), Banco BIC e Banco Millennium Atlântico (BMA).

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.