Radio Calema
InicioAngolaSociedadeForças de defesa e segurança acusadas de ocupação ilegal de terrenos no...

Forças de defesa e segurança acusadas de ocupação ilegal de terrenos no município de Viana

O administrador municipal de Viana, Manuel Pimental, informou recentemente ao ministro do Interior, Eugénio Laborinho, a existência de efectivos de defesa e segurança que comandam grupos que ocupam ilegalmente terrenos nesta circunscrição.

Manuel Pimentel declarou que a sua administração “teme perder o controlo da situação que tem ganhado proporções alarmantes naquela zona”.

Questionado pelo Novo Jornal sobre este “velho problema” no seu município, o administrador respondeu que a visita de Eugénio Laborinho “foi muito esperada”, e avançou que durante o encontro foi feito uma síntese sobre a vida e o dia-dia dos munícipes e a segurança pública em Viana.

“Um dos assuntos principais colocados na mesa foi a denúncia de crimes ligados à ocupação anárquica de terrenos, o envolvimento de muitos funcionários afectos à administração de Viana e aos órgãos de defesa e segurança”, revelou Manuel Pimentel.

“O senhor ministro nos trouxe conforto durante a sua visita, e recomendou ao comandante municipal de Viana para ter mão dura perante esse tipo de crimes que afectam a vida dos munícipes”, referiu, sublinhando que o ministro do Interior “não trouxe apenas promessas, trouxe meios que vão reforçar a polícia no combate ao crime”.

Manuel Pimentel destapa a existência de vários problemas em Viana, e argumentou que a polícia tem “muitas dificuldades” em combater a criminalidade naquele município devido à sobrepopulação.

“Nós temos uma população acima dos três milhões de habitantes. E o número de efectivos não é suficiente. O senhor ministro prometeu aumentar o número de efectivos, formar mais … este tipo de crimes de venda e ocupação de terrenos só continuam até agora porque existe protecção de elementos ligados ao aparelho de Estado”, destacou, reiterando que a administração de Viana não vai “medir esforços para combater a ocupação anárquicas e venda de terrenos”.

“O maior pólo industrial de Angola está em Viana, existem comunidades estrangeiras que vivem em Viana, existem empresários que querem investir no nosso município. E falam de segurança pública, querem segurança, mas também temos que criar condições para que os seus bens e a sua integridade física sejam garantidos aqui em Viana”, finalizou.

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.