Radio Calema
InicioCulturaCinemaFilme angolano em competição no FESPACO, no Burkina Faso

Filme angolano em competição no FESPACO, no Burkina Faso

O filme angolano “Ar condicionado” é uma das 15 longas metragens da Competição Oficial do FESPACO, porventura o mais conceituado dos festivais de cinema em África.

O certame decorre até este sábado na capital do Burkina Faso. A película tem como palco Luanda e conta a história de equipamentos de ar condicionado que começam misteriosamente a cair dos apartamentos da baixa da cidade.

Matacedo e Zezinha, um guarda e uma empregada doméstica, têm a missão de recuperar o ar condicionado do patrão.

Essa missão leva-os à loja de materiais eléctricos do Kota Mino, que está a montar em segredo uma máquina de recuperar memórias.

“Ar Condicionado” teve estreia mundial em Janeiro deste ano no Festival Internacional de Cinema de Roterdão.

Produzido pela Geração 80 o filme é realizado por Fradique Bastos.

Este comentou a Laura Angela Bagnetto, enviada especial da RFI, que os sonhos e a morte são uma parte substancial da película.

Fradique, realizador do filme angolano “Ar condicionado” no FESPACO, no Burkina Faso, a 20 de Outubro de 2021.
(© rfi/Laura Angela Bagnetto)

O realizador angolano comentou, ainda, as receitas do filme.

“Olá, eu sou o Fradique. Sou o realizador do “Ar condicionado”. Venho de Angola, estou aqui no FESPACO.

O “Ar condicionado” é um filme que se passa em Luanda. Nós seguimos o Matacedo, que é o personagem principal, um guarda de um prédio de Luanda.

Mas isto é uma Luanda um bocado diferente, onde os ar condicionados estão a cair.

“Ar condicionado” é um filme que…eu não consigo ter um género, mas é um filme que traz um bocado esse drama de viver em Luanda, numa cidade com muita tensão, com prédios que reflectem muito o estado do país.

Mas também acho que é um filme que traz outro tipo de arte para o cinema angolano.

Temos uma música muito boa, que é composta pela Aline Frazão. Que é uma música, que é uma banda sonora que não é um extra no filme, é uma banda sonora que complementa o filme. E temos uma direcção de fotografia fantástica do Eric Laver e direcção de arte da Prudênciana Hash.

Não percam o filme, aqui no FESPACO, e obrigado!

FonteRFI

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.