Radio Calema
InicioMundo LusófonoCabo VerdeChefe de Estado perante diáspora tema de debate presidencial em Cabo Verde

Chefe de Estado perante diáspora tema de debate presidencial em Cabo Verde

Os sete candidatos que concorrem ao cargo de Presidente da República em Cabo Verde estiveram domingo no segundo e último debate promovido pela Televisão e Rádio públicas. O papel do chefe de Estado com a diáspora cabo-verdiana foi um dos temas marcantes como nos conta o correspondente da RFI, Odair Santos.

No segundo e último debate com os sete candidatos à presidência da República, a retoma económica, diplomacia e papel do Presidente da República com a diáspora cabo-verdiana foram os temas dominantes, com o candidato apoiado pelo PAICV, José Maria Neves a defender que, o chefe de Estado deve ser o símbolo da união dos cabo-verdianos.

“Relativamente à diáspora o Presidente da República deve ser o símbolo da união e deve trabalhar no sentido de mobilizar todas as capacidades e todas as competências da diáspora” disse José Maria Neves.

Carlos Veiga, candidato apoiado pela UCID e pelo MPD, defendeu a revisão da Constituição para que, os cabo-verdianos na diáspora possam também concorrer às eleições presidenciais.

“O artigo 110 (da Constituição) precisa [de] ser revisto. Precisa de ser revisto para mim de uma forma muito clara, no sentido do que não é necessário exigir uma residência de três anos em Cabo Verde para isso. Porque as novas tecnologias afastaram as distâncias e hoje, dos Estados Unidos ou da Europa, as pessoas sabem tudo o que se passa aqui pelas redes sociais e pelas novas tecnologias. A outra questão que pode ser discutida é, se um Presidente da República pode ter duas lealdades – uma nacionalidade cabo-verdiana e uma outra nacionalidade. Eu estou aberto a que se discuta em sede de revisão constitucional e que se chegue a um consenso” explicou Carlos Veiga.

Os candidatos, Casimiro de Pina, Gilson Alves, Hélio Sanches, Fernando Delgado e Joaquim Monteiro também estão de acordo que, o presidente da República deve promover um debate sobre a revisão da Constituição. As eleições presidenciais decorrem domingo,17 de Outubro de 2021.

FonteRFI

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.