Radio Calema
InicioMundoÁsiaJapão: Terremoto de magnitude 6,1 deixa 21 feridos e cerca de 250...

Japão: Terremoto de magnitude 6,1 deixa 21 feridos e cerca de 250 casas sem electricidade

Um terremoto de magnitude 6,1 sacudiu a capital japonesa Tóquio e áreas vizinhas na noite desta quinta-feira, mas nenhum alerta de tsunami foi emitido, disse a Agência Meteorológica do Japão.

O terremoto balançou prédios e disparou um alerta de emergência nos telefones dos residentes locais, com o objectivo de dar-lhes tempo para se abrigarem, reportou a agência AFP. Cerca de 250 casas ficaram momentaneamente sem electricidade.

As autoridades japonesas afirmam que o epicentro do terremoto ocorreu em Chiba, a leste de Tóquio, com uma profundidade de 80 quilômetros. Pelo menos 21 pessoas ficaram feridas durante o evento, mas não há risco de tsunami, informou a emissora NHK.

Passageiros esperam sentados nas escadas enquanto os serviços de trem não voltam após terremoto em Tóquio, Japão, em 7 de Outubro de 2021.
(© REUTERS / KYODO)

Os serviços de comboio na área metropolitana de Tóquio, incluindo o da capital japonesa, retomaram as operações menos de duas horas após o terremoto. O Aeroporto Internacional Haneda, em Tóquio, disse que as suas instalações não sofreram danos durante o incidente e confirmou a segurança das suas pistas, afirmou a NHK.

Terremotos são comuns no Japão, uma das áreas mais sismicamente activas do mundo. O país é responsável por cerca de 20% dos terremotos mundiais de magnitude 6,0 ou maior.

Em 11 de Março de 2011, a costa nordeste do Japão foi atingida por um terremoto de magnitude 9,0, o mais forte já registado no Japão.

O terremoto deflagrou um enorme tsunami. Esses eventos danificaram severamente a central nuclear de Fukushima, desencadeando a pior crise nuclear do mundo desde Chernobyl.

FonteSputnik

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.