Radio Calema
InicioMundo LusófonoMoçambiqueGrupo armado invade a tiros aldeia do distrito de Mueda à procura...

Grupo armado invade a tiros aldeia do distrito de Mueda à procura de comida

Um grupo armado ligado ao Estado Islâmico invadiu a tiros no início da tarde deste sábado, 2, a aldeia de Namatili, a norte do distrito de Mueda, na província moçambicana de Cabo Delgado, disseram à VOA várias fontes locais.

O ataque, no entanto, não causou vítimas.

O grupo invadiu a aldeia em motorizadas e empunhando metralhadoras de vários calibres, provocando pânico generalizado e fuga da população para as matas.

“Não queimaram casas, só disseram que vinham levar comida”, disse à VOA por telefone um morador local que foi confrontado com o grupo à chegada na aldeia.

“Eles disseram que ‘estavam com fome e não vinham maltratar pessoas’”, acrescentou citando um dos líderes dos insurgentes que o tinha interpelado.

Um professor, que preferiu o anonimato, descreveu o ataque de “apavorante”, enquanto fugia pela mata, 30 minutos depois do início da investida do grupo, localmente conhecido por al-Shabab.

Os insurgentes “não chegaram no mercado central, voltaram”, quando ouviram a aproximação de helicópteros da força aérea, que foi destacada para o local, disse outro morador local.

“A situação já está normal”, acrescentou a mesma fonte.

A aldeia atacada fica a cerca de 50 quilómetros da sede do distrito de Mueda, onde está implantado o quartel-general das forças moçambicanas e junto à fronteira com a Tanzânia.

Relatos dos moradores indicaram que o grupo já tinha invadido e roubado duas aldeias da Tanzânia há duas semanas.

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.