Radio Calema
InicioAngolaSociedadeDetidos manifestantes que exigiam água e electricidade em Cangandala

Detidos manifestantes que exigiam água e electricidade em Cangandala

Oito activistas cívicos dos municípios de Cangandala, Cacuso e Malanje foram detidos, neste sábado, 25, em Cangandala, a 28 quilómetros da capital da província de Malanje, quando exigiam água e energia eléctrica na localidade.

O activista Gildo Victor, do município de Calandula, disse que a polícia deteve os seus colegas Evaristo Francisco, Eliseu Sozinho, Paulo Venâncio e Morinho Ngongo, de Cangandala; Hamilton Neto, de Cacuso; e Arismendes Mendonça, Rosário Vabel e Franciscos Mangumbala, de Malanje.

Segundo ele, todos foram detidos minutos depois do início da marcha previamente autorizada pelas autoridades.

“A marcha é pacífica e estávamos a seguir aquilo que foi redigido [roteiro], mas depois a polícia criou barreira, dizendo que não podem seguir deste local, devem seguir por outro”, disse Victor.

Victor disse à VOA que “houve tiroteios durante mais de 40 minutos (…) três feridos – Arismendes Mendonça, Hamilton Neto, e eu estou ferido num dos braços”.

Contactada pela VOA, uma fonte da Polícia Nacional não confirmou, nem desmentiu as detenções, mas prometeu dar informação, no domingo, 26.

Recorde-se que, em Fevereiro deste ano, o ministro da Energia e Água, João Baptista Borges, anunciou que foi aprovado “um projecto para eletrificar Cangandala”.

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.