Radio Calema
InicioAngolaSociedadePrimeiro semestre de 2021: Detidos mais de 22 mil cidadãos

Primeiro semestre de 2021: Detidos mais de 22 mil cidadãos

Um total de 22.694 pessoas foram detidas nos primeiros seis meses do corrente ano, no País, por cometimento de crimes de agressões sexuais, homicídios e ofensas à integridade física.

Os dados sobre segurança pública foram avançados pelo Ministro do Interior, Eugénio César Laborinho, durante a abertura do Conselho Consultivo Alargado do MININT, que decorre no anfiteatro daquelas instalações, em Luanda.

Eugénio César Laborinho disse que, o número de detidos é resultado de um total de 33.518 crimes participados e registados no primeiro semestre de 2021, e que conheceu uma redução na ordem de 649, em relação ao período anterior.

O número “1” do Ministério do Interior avançou ainda que, apesar da redução de crimes no primeiro semestre, é preocupante o aumento de casos de homicídios, praticados com recurso à arma de fogo, bem como de agressões sexuais que ocorrem particularmente no seio familiar. Por este o facto, Eugénio Laborinho orientou maior reforço nas acções de prevenção e combate à criminalidade com o apoio das comunidades.

“Devemos redobrar as acções de prevenção, dialogando mais com a população e as famílias. A população precisa colaborar mais com as autoridades policiais, pós a segurança pública começa em casa, na escola, no serviço, nas igrejas e nos espaços de lazer”, reforçou o Ministro do Interior.

Falado sobre o nível da filosofia de policiamento junto das comunidades, o governante recomendou o estreitamento da relação com os cidadãos, por via da efectivação do policiamento de proximidade, com acções de orientação do reforço do patrulhamento-auto e apeado, nos locais mais críticos, assim como orientou maior esforço dos efectivos do ministério que dirige, face a preparação do registo eleitoral e das eleições gerais a ter lugar em 2022.

Refira-se que, participam do Conselho Consultivo que vai decorrer durante dois dias (21 e 22), os secretários de Estado, Salvador José Rodrigues (Dodó), José Bamoquina Zau, o Inspector-Geral do MININT, José Paulino Cunha da Silva, assim como o Comandante-Geral da Polícia Nacional de Angola, Comissário-Geral Paulo Gaspar de Almeida, membros do Conselho Consultivo do MININT e do Comando-Geral e Delgados e Comandantes Provinciais.

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.