Radio Calema
InicioMundoÁfricaAlpha Condé poderá exilar-se no Congo Brazzaville ou Turquia

Alpha Condé poderá exilar-se no Congo Brazzaville ou Turquia

Os Presidentes do Congo Brazzaville, Denis Sassou Nguesso e da Turquia, Recep Erdogan, já se ofereceram para receber o deposto Presidente da Guiné-Conacri, Alpha Condé, vítima do golpe de Estado há uma semana

Estas fortes possibilidades do destino do Presidente deposto Alpha Conde foram avançadas pelo Presidente da Guiné-Bissau no aeroporto internacional Osvaldo Vieira, proveniente de Bruxelas, após uma curta escala em Dakar no Senegal.

O Presidente guineense condenou o golpe de Estado ocorrido há uma semana na vizinha Guiné-Conacri e pediu aos militares que libertem o Presidente derrubado, Alpha Condé.

Umaro Sissoco Embaló disse que, por questões humanitárias, o Presidente Alpha Condé conta com 90 anos e, a disponibilidade dos chefes de Estado da Turquia, Recep Erdogan, e do Congo Brazzaville, Denis Sassou Nguesso, visa assegurar o tratamento médico necessário do Presidente deposto.

“É uma questão humanitária, o Presidente Alpha tem 90 anos. O Presidente Erdogan me pediu para participar na equipa que tenta convencer as actuais autoridades da Guiné no sentido de permitir a saída de Alpha para tratamento médico. O Presidente Sassou também abordou comigo a questão e disponibilizou-se em acolher o Presidente Alpha. Igualmente o Presidente Francês. Estamos a trocar impressão, quase todos os dias em relação à situação sub-regional”, afirmou Umaro Sissoco Embaló.

O Presidente guineense anunciou que os Chefes de Estado da CEDEAO vão indicar um mediador para a crise na Guiné-Conacri, garantindo que irá integrar um painel de chefes de Estado da CEDEAO com vista a encontrar uma solução para a Guiné Conacri.

“Eu e o Presidente Alpha, fomos homólogos, mas não amigos”, afirmou Umaro Sissoco Embaló,condenando o golpe militar na Guiné. Posição que Umaro Sissoco Embaló diz ter transmitido na cimeira da CEDEAO, mas também ao líder militar o coronel Mamady Doumbouya.

Apesar da condenação e do pedido de libertação feito pela comunidade internacional e pela delegação de Alto Nível da CEDEAO em Conacri, o deposto Presidente Alpha Condé continua detido.

FonteRFI

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.