Radio Calema
InicioMundoÁsiaAfeganistão: Talibãs conquistam mais de 10 capitais provinciais numa semana

Afeganistão: Talibãs conquistam mais de 10 capitais provinciais numa semana

Os Talibãs acabam de tomar o controlo de Herat, capital da província do mesmo nome, no oeste do Afeganistão, depois de algumas horas antes terem conquistado outra sede de província, Ghazni, a 150 quilómetros a sudoeste de Cabul, a capital. No espaço de uma semana, os insurgentes apoderam-se de 11 capitais provinciais sobre um total de 34.

“Todos os funcionários do governo local, incluindo o governador da província, foram evacuados para Cabul” indicou uma fonte de segurança afegã ao confirmar que os insurgentes conquistaram Ghazni, na sequência de intensos combates, estes últimos controlando doravante todos os edifícios oficiais.

Face à perspectiva da conclusão da retirada das tropas americanas no próximo dia 31 de Agosto, os Talibãs conquistaram desde o início da sua ofensiva no passado mês de Maio, dois terços do território afegão. No espaço de uma semana, eles tomaram o controlo de 11 das 34 capitais provinciais do país, designadamente 7 situadas no norte do Afeganistão, assim como Lashkar Gah, sede provincial do Helmand, no sul do país, seu feudo.

Ao apoderar-se de Ghazni, os Talibãs apertam o cerco em torno da capital já pouco distante, depois de conquistar na terça-feira Pul-e-Khumri, capital da província de Baghlan, 200 quilómetros a norte de Cabul. Os insurgentes acedem igualmente às linhas de abastecimento terrestre do exército ao colocar a mão sobre Ghazni, cidade situada precisamente no eixo de ligação entre Cabul e Kandahar.

Estes desenvolvimentos não deixam de ser acompanhados com preocupação nomeadamente em Doha, no Qatar, onde, segundo o canal televisivo Al Jazeera, os negociadores do governo afegão propuseram uma partilha do poder com os Talibãs em troca do fim das violências, esta informação não tendo contudo sido oficialmente confirmada.

Também apreensiva, a ONU tem exortado os Talibãs a pôr fim à sua ofensiva que, segundo os seus dados, provocou mil mortes civis no espaço de um mês e perto de 390 mil deslocados este ano.

Fontes de segurança americanas indicaram ontem que os Talibãs poderiam chegar a Cabul dentro de um mês e apoderar-se da cidade no prazo de 3 meses. Apesar destes sinais de alerta, o Presidente Joe Biden reafirmou esta semana que não se arrepende de ter decidido retirar as tropas americanas do terreno.

Há dias, recorde-se, Washington declarou-se disponível para dar refúgio aos afegãos obrigados a fugir da violência no seu país.

Paralelamente e no mesmo sentido, a França, Holanda, Suíça e Alemanha anunciaram hoje que tinham suspendido para já a expulsão de refugiados afegãos, Berlim tendo entretanto avisado nesta quinta-feira que “não pagaria mais um centavo” de ajuda ao desenvolvimento se os Talibãs tomassem o controlo da totalidade do país.

FonteRFI

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.