Radio Calema
InicioDesportoFutebolLionel Messi, nova aquisição do Paris St Germain: “O meu objectivo e...

Lionel Messi, nova aquisição do Paris St Germain: “O meu objectivo e sonho é poder levantar outra Liga dos Campeões e creio que vim para o melhor lugar para o conseguir”

Vai vestir a camisola 30, ganhar 35 milhões por ano e assinou até 2023.

De fato e engravatado, sorridente e já a soltar alguns “merci”, Lionel Messi falou, pela primeira vez, como jogador do Paris Saint-Germain. O argentino agradeceu o tratamento que recebeu do clube “desde o primeiro momento”, admitiu que a “gente conhecida” no balneário (Neymar, Di María e Pochettino) foi importante para estar ali e que tem “a mesma vontade que tinha em criança” para ganhar tudo o que houver para conquistar.

As primeiras palavras de Messi

“Bom dia, antes de nada. Quero agradecer as palavras do presidente e dizer que estou muito feliz. Todos sabem como foi a minha saída do Barcelona, foi muito duro, foram muitos anos e é difícil mudar depois de tanto tempo. Mas cheguei cá e a felicidade é enorme, tenho muitíssima vontade de começar a treinar, quero que isto passe rápido e estou a desfrutar muito desde que cheguei. Mas quero é começar a treinar, não aguento mais a vontade de me encontrar com os meus companheiros e a equipa técnica.

Quero agradecer ao presidente, ao Leonardo [diretor-desportivo] e a todos pela forma como me trataram desde que saiu o comunicado do Barcelona, era uma situação muito difícil e termos tratado de tudo de forma tão rápida e simples não era fácil. Tenho o sonho e a vontade intactas de continuar a ganhar neste clube, porque é um clube ambicioso.

Vejo o plantel e os treinadores que tem e vejo que vai ser possível jogarmos para ganhar tudo. Oxalá que, todos juntos, o possamos conseguir. Quero também agradecer a Paris e aos adeptos, foi impressionante a minha chegada e o trato que recebi. Tenho a certeza que vamos desfrutar muito do tempo que tivermos juntos. Que tudo arranque e pronto”.

JOGAR COM NEYMAR E MBAPPÉ

“Uma felicidade enorme e uma loucura poder partilhar o dia a dia com este plantel que tem grandíssimos jogadores em toda a linha, fez contratações espectaculares além do que já tinha e tenho muita vontade de começar a treinar com eles. É lindo poder viver o dia a dia e poder desfrutar de tudo isto”.

QUANDO SE VAI ESTREAR?

“Na verdade, não sei. Venho de férias em que estive mais ou menos parado, não sei. Seguramente, tenho de fazer uma pré-época sozinho, treinar-me bem e, quando estiver preparado, jogar. Não te consigo dizer uma data, tenho de ir treinador e ver como me sinto e, quando o treinador achar que é o momento, estarei com muita vontade para jogar”.

AS EMOÇÕES QUE SENTE

“Tudo o que me aconteceu nesta última semana foi duro, por um lado e, ao mesmo tempo, emocionante. Não se deixa de sentir de um dia para o outro, mas agora toca viver uma nova aventura para mim e a minha família. Passei por todos os sentimentos e fui assimilando-os aos poucos, como foi sendo possível”.

AS PALAVRAS PARA OS PARISIENSES

“Muito agradecido a toda a gente que esperou por mim nas ruas, quando estava em Barcelona as pessoas já estavam cá fora em Paris. Quero agradecer-lhes por terem esperado tanto tempo para me verem. Vamos desfrutar muito e espero que seja um ano extraordinário para eles, e para nós desportivamente”.

GANHAR A LIGA DOS CAMPEÕES: QUAL É O TRUQUE?

“Bom, não é fácil. Há vezes em que podes ter a melhor equipa do mundo e não ganhar. O futebol são detalhes e o mais difícil é ganhar a Champions, estiveram muito perto nos últimos anos. É uma competição onde estão os melhores. O que é preciso, não sei, o que sei é que temos de ser um grupo forte e unido e, claro, faz sempre falta um bocadinho de sorte, que ou existe ou tem de ser procurada. Mas nem sempre ganha o melhor. É uma prova especial, é muito linda e importante e por isso toda a gente a quer”.

O PSG É, AGORA, O PRINCIPAL FAVORITO?

“Chego a uma equipa que está praticamente feita, até antes das contratações que fez para esta época. Venho para ajudar e dar o máximo, com mais vontade do que nunca. O meu objetivo e sonho é poder levantar outra Liga dos Campeões e creio que vim para o melhor lugar para o conseguir”.

O REENCONTRO COM NEYMAR

“Obviamente que tenho gente amiga e conhecida neste balneário, se olharmos para o plantel do PSG, ficamos ilusionados em conseguir os objetivos que temos. Com Neymar, já tínhamos os mesmos objetivos quando nos separámos e agora continuamos a ter os mesmos, claro que ele foi importante na minha vinda, como o Di Maria ou o Paredes”.

O QUE CONHECE DA LIGA FRANCESA?

“Claro que seguia o campeonato porque também tinha amigos cá, seguia os seus jogos. Creio que a liga cresceu muito nos últimos anos, também, por tudo o que o PSG fez. Ficou mais competitivo e fez com que mais equipas se reforcem por quererem ganhar ao PSG. Vai ser uma experiência nova para mim depois de tanto tempo no mesmo sítio, com novos adversários e novos estádios. Estou muito feliz por isso”.

O QUE DIZ AOS ADEPTOS DO BARCELONA

“Antes de me ir embora sem saber para onde ia, disse-lhes que estarei sempre agradecido pelo carinho, é a minha casa, estive lá desde criança e vivi muitas coisas. Eles sabiam que iria para um clube forte, competitivo e que lutasse pela Champions, eles conhecem-me, sabem que sou um ganhador e tenho objetivos. E repito, não tenho dúvidas que o PSG tem esses objetivos, de querer ser sempre maior enquanto clube.

Não sei se vai acontecer, por um lado será lindo regressar a Barcelona, mas, por outro, será muito estranho voltar a jogar em minha casa com outra camisola. Mas pronto, isto é futebol e pode sempre acontecer. Logo veremos”.

SAIU DA ZONA DE CONFORTO

“Cresci a nível futebolístico, ao nível pessoal, passaram muitos anos e tive muitas vivências, boas e más, que me fizeram crescer enquanto desportista e, sobretudo, como pessoa. Tenho a mesma vontade que tinha em criança e vou dar tudo para tentar ser melhor e conseguir os objetivos que o clube tem”.

O TELEFONEMA COM MAURICIO POCHETTINO

“Como já disse, todo o grupo e toda a equipa técnica ajudou muito. O primeiro que fiz foi falar com eles porque o conheço há muito tempo e, sendo argentino, facilita muito, há uma proximidade. Falámos e tudo esteve bem desde o início. Claro que as pessoas do PSG fizeram muito para que eu escolhesse este clube”.

É O MAIOR DESAFIO DA CARREIRA?

“Sim, quando falei com o Leonardo, a única coisa que disse foi que esperava que a minha família pudesse estar bem e se adaptasse rápido à cidade. Estou preparado, tenho muita vontade e, afinal de contas, isto é futebol e o futebol é igual em todo o lado. Tenho amigos no balneário que me vão ajudar e, mais uma vez, repito: estou muito feliz, tenho muita vontade de começar esta aventura e quero muito começar a jogar. Estou preparado a nível desportivo e, no familiar, vamos desfrutar por estarmos numa cidade maravilhosa”.

“Verratti tem vindo a mostrar ser um dos melhores no mundo na sua posição, é verdade que o Barcelona quis contratá-lo em alguns anos. É um fenómeno, pude conhecê-lo já como pessoa e é espetacular. Não só o Marco, mas todos os outros são dos melhores do mundo na sua posição. Espero que os possa ajudar a todos para que todos consigamos o objetivo tão desejado pelo Paris Saint-Germain.”

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.