Radio Calema
InicioMundoÁfricaCaso Pegasus-Marrocos: a Unesco financiou a investigação?

Caso Pegasus-Marrocos: a Unesco financiou a investigação?

Documentos internos revelam que a instituição internacional chefiada por Audrey Azoulay respondeu favoravelmente a um pedido de subsídio de Forbidden Stories.

O Ministério das Relações Exteriores de Marrocos está convencido disso e se prepara para informá-lo ao Diretor-Geral da Unesco em Paris, Audrey Azoulay (também filha de André Azoulay, assessor do rei Mohammed VI): a Divisão de Liberdade de Expressão e Mídia O desenvolvimento desta instituição, liderada pelo sul-africano Guy Berger, teria participado financeiramente na investigação das Forbidden Stories, implicando directamente os serviços de segurança marroquinos no uso total do spyware Pegasus (uso que Rabat nega).

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.