Radio Calema
InicioDesportoOutras modalidadesTóquio 2020: Angolanas perdem no andebol, cabo-verdiana eliminada na natação e moçambicana...

Tóquio 2020: Angolanas perdem no andebol, cabo-verdiana eliminada na natação e moçambicana sonha na vela

A selecção angolana de andebol feminino, a cumprir a sétima participação consecutiva nos Jogos Olímpicos, estreou-se este domingo (25), com uma derrota em Tóquio2020, ao perder com Montenegro por 33-22.

Em encontro da primeira jornada do Grupo A, Angola, que tem como melhor registo olímpico o sétimo lugar de 1996, só conseguiu equilibrar o encontro na primeira parte, que terminou a perder por um golo (13-12).

Na segunda parte, Montenegro, medalha de prata nos Jogos Olímpicos Londres2012 (derrota na final com a Noruega por 26-23), dominou por completo e acabo por ganhar por 11 golos de diferença.

Jovanka Radicevic, com 12 golos, em outros tantos remates, destacou-se nas montenegrinas, enquanto Natália Fonseca foi a melhor marcadora das angolanas, com seis.

Em 2016, no Rio de Janeiro, Angola tinha superado Montenegro por 27-25 e acabou a prova no oitavo lugar (perdeu cor 31-27 com a Rússia, nos quartos de final), enquanto as europeias ficaram no 11.º posto.

Na fase de grupos, as quatro primeiras classificadas de cada um dos dois agrupamentos, de seis, qualificam-se para os quartos de final.

Nadadora cabo-verdiana Jayla Pina eliminada

Por seu lado, também hoje, a nadadora cabo-verdiana Jayla Pina ficou na terceira posição nos 100 metros bruços na prova, mas não conseguiu passar à fase seguinte.

Jayla Pina fez o tempo de 1:16:96 e foi superada pela haitiana Pierre Grande (1:14:82) e a turkmenia Darya Semyonova (1:16:37), que completaram o pódio.

De acordo com informações avançadas pelo Comité Olímpico Cabo-verdiano (COC), Jayla Pina fica a poucos segundos de qualificação para a semifinal dos Jogos de Tokyo.

A delegação moçambicana entrou na água, na modalidade de vela, com Deizy Nhaquile a terminar as primeiras duas etapas em 38º lugar (foi 30ª na primeira regata e 41ª da segunda).

Amanhã há mais duas regatas entre 44 participantes na provas, das quais apenas 10 seguem para etapa final e decisiva para medalhas.

Brasil empate e “estrelas” da NBA perdem

No futebol, a selecção brasileira masculina provou que os “canarinhos” não se dão bem com equipas de países africanos nos Jogos Olímpicos.

Nos Jogos de Atlanta-1996, o Brasil foi eliminado pela Nigéria, o mesmo aconteceu em Sydney-2000 ante os Camarões e no Rio-2016 não foi além um empate ante a África do Sul.

Neste domingo, o escrete, que venceu a Alemanha na estreia por 4 a 2, não foi além de um empate a zero ante a Costa do Marfim.

Os jogadores brasileiros criticaram a expulsão de Douglas Luiz, logo aos 15 minutos de jogo, o que os obrigou a jogar com 10 elementos até aos 36 minutos do segundo tempo quando o árbitro expulsou o marfinense Kouassi.

Na saída do campo, os jogadores brasileiros contestaram a expulsão de Douglas Luiz, logo aos 15 minutos de jogo. Somente aos 36 da segunda etapa, com cartão vermelho para Kouassi, a partida ficou em igualdade de atletas em campo.

Entretanto, a nota mais saliente do dia aconteceu no basquetebol masculino com a equipa dos Estados Unidos a perder ante a França por 76 a 83.

Os franceses já tinham eliminado os norte-americanos na Copa do Mundo de 2019, nas quartas-de-final. Desta vez, superaram a grande actuação de Jrue Holiday no último período.

O campeão da NBA pelo Milwaukee Bucks anotou 12 pontos, enquanto Kevin Durant incorreu em muitas faltas e só actuou por 20 minutos, fazendo apenas 10 pontos.

A equipa americana, três vezes campeã olímpica, foi melhor no primeiro tempo, mas os gauleses mudaram o rumo do jogo no terceiro quarto e no último minuto Fournier deu a vitória à sua formação.

FonteVoA

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.