Radio Calema
InicioDesportoFutebolPetro de Luanda quebra invencibilidade do Desportivo da Huila

Petro de Luanda quebra invencibilidade do Desportivo da Huila

A oitava foi de vez. Após sete jogos sem vencer nas deslocações à Huíla, o Petro de Luanda derrotou hoje, sábado, o Desportivo por 1-0, em jogo da 29ª jornada do Girabola´2021, quebrando a “malapata” que de uma década e dando um importante passo para discutir o título na última jornada.

Os visitantes vieram com a lição bem estudada e os visitados no início facilitaram, pois entraram mais cautelosos e deram a iniciativa de jogo ao adversário, incomodando pela primeira vez aos 13 minutos, por Nuno, mas o adversário já o tinha feito por três ocasiões.

O Petro foi superior durante toda a primeira parte, mas não conseguiu chegar ao golo e nalgumas vezes a estratégia do Mário Soares “povoar” o meio-campo e abdicar de um atacante de raiz, forçou a equipa do “Eixo Viário” a errar.

PETRO DE LUANDA QUEBRA “MALAPATA” DO LUBANGO
(DR)

A partir do minuto 20, o Petro voltou à carga, mas desperdiçou os quatro pontapés de canto consecutivos que beneficiou. A melhor ocasião de golo foi aos 22 e 45+2 minutos, em ambas ocasiões por Picas.

Mingo Bill e Nandinho eram as peças que mas perturbavam a defesa do Petro e o Desportivo caiu de rendimento após a saída do primeiro, por lesão, contraída numa entrada ríspida de Tó Carneiro, aos 42 minutos. As duas equipas foram ao intervalo empatadas a zero.

No reatamento, os visitantes demonstraram vontade de chegar ao golo, mas logo cedo o desportivo equilibrou e apresentou-se mais afoito arriscou, tendo Gogoró solicitado Nandinho, que desperdiçou uma oportunidade aos 49 minutos.

Os petrolíferos voltaram a pressionar e na cobrança de um canto por Megue, aos 51 minutos, o suspeito de costume, Tiago Azulão, abriu o activo.

Com o golo, voltou a tomar conta do jogo e aos 59 minutos, Maya podia ter ampliado, ganhou a bola e com Benvindo fora da Baliza, atirou à figura.

Desportivo da Huíla perde em casa – Arquivo
(José Filipe)

Soares mexeu na equipa e lançou dois avançados, o ganense Boateng e o camaronês Emmanuel e então o Desportivo voltou a ameaçar a integridade de Elber, num remate de Bruno aos 64 e Emmanuel aos 66´.

Numa situação incómoda na tabela geral de classificação, o Desportivo tentava apressar-se, atacava, mas não criava tormento à defesa dos visitantes, com rara excepção aos 87, quando Job perdeu a bola na zona de rigor, mas Emmanuel atirou à figura de Elber.

Na próxima e última jornada, o Desportivo vai ao Lobito defrontar a Académica e procurar a manutenção no Girabola, enquanto Petro recebe o Sagrada Esperança para discutir o título.

FonteAngop

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.