InicioDesportoFutebolUEFA convida Christian Eriksen e equipa médica que o assistiu para a...

UEFA convida Christian Eriksen e equipa médica que o assistiu para a final do Euro

Um dos profissionais de saúde já disse estar honrado por ter recebido o convite.

A UEFA convidou o futebolista dinamarquês Christian Eriksen e os profissionais de saúde que o salvaram para assistirem à final do UEFA Euro 2020, realizada no domingo, em Wembley, Londres.

Segundo a ESPN, citada pelo Record, foram enviados convites para o jogador, para a mulher e para seis médicos. Um deles, Peder Ersgaard, disse estar honrado por ter recebido o convite.

“Estou entusiasmado, como uma criança na véspera de Natal”, disse, em declarações à revista Fagbladet FOA, acrescentando estar orgulhoso pelo trabalho de equipa.

A Dinamarca está nas meias finais e vai jogar na quarta-feira com Inglaterra. Já esta terça-feira é dia de jogo entre Itália e Espanha.

PARAGEM CARDÍACA
Christian Eriksen, de 29 anos, sofreu uma paragem cardíaca e caiu no relvado pouco antes do intervalo do encontro do UEFA Euro 2020 entre a Dinamarca e a Finlândia, que os finlandeses venceram por 1-0.

A rápida assistência médica em campo permitiu, após um quarto de hora, estabilizar o jogador e, posteriormente, transferi-lo para o Hospital Kingdom, em Copenhaga, onde estava internado.

O futebolista recebeu alta em meados de junho, depois de ter sido submetido a uma intervenção cirúrgica para implantar um desfibrilhador cardíaco. O dispositivo é necessário para o tratamento de arritmias e foi a solução recomendada por especialistas dinamarqueses e internacionais.

HOMENAGEM ARREPIANTE A ERIKSEN NO DINAMARCA – BÉLGICA
O encontro entre Dinamarca e Bélgica, da segunda jornada do grupo B do UEFA Euro 2020, parou em Copenhaga ao minuto 10 para homenagear o futebolista Christian Eriksen, que caiu inanimado no mesmo estádio, o Parken.

Durante quase um minuto, jogadores, treinadores, staff, equipa de arbitragem e espetadores, muitos com cartazes e mensagens de incentivo, pararam para bater palmas em uníssono ao jogador do Inter de Milão.

Internado, na altura, no Rigshospitalet, em Copenhaga, a menos de um quilómetro em linha reta do Parken Stadium, onde decorre a partida, o jogador de 29 anos terá ouvido a homenagem dos cerca de 25 mil espetadores presentes nas bancadas.

Antes do encontro, o ‘capitão’ belga, o benfiquista Vertonghen entregou ao da Dinamarca, Simon Kjaer, uma camisola com o número 10 e o primeiro nome de Eriksen (Christian), encaixilhada e assinada, presume-se, por todos os elementos dos ‘diabos vermelhos’.

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.