InicioCulturaTeatroTiago Rodrigues é o novo director do festival de Avignon

Tiago Rodrigues é o novo director do festival de Avignon

O encenador português e director do Teatro Nacional D.Maria II, Tiago Rodrigues, é o novo director do festival de Avignon, sucede a Olivier Py, que está à frente do festival de Avignon desde 2013 e deixará o cargo dia 1 de Setembro de 2022.

Entre os quatro candidatos de uma curta lista, o nome de Tiago Rodrigues soou mais forte e foi o escolhido para estar à frente da direcção artística deste que é um dos maiores festivais de teatro do mundo.

Na lista constavam dois nomes portugueses, o do director do Teatro Nacional D.Maria II, Tiago Rodrigues, e José Manuel Gonçalves, director do centro cultural Centquatre. À lista juntava-se ainda a directora do Conservatório Nacional Superior de Arte Dramática, Claire Lasne-Darcueil, e Romaric Daurier, director do teatro nacional Le Phénix, em Valenciennes.

O anuncio foi revelado ao início da tarde pela ministra da cultura francesa. Roselyne Bachelot cortou a fita da nova plateia da Cour d’Honneur e revelou o nome de Tiago Rodrigues que assumirá em 2022 a direcção artística do festival criado por Jean Vilar, em 1947.

Entre os quatro candidatos, Tiago Rodrigues era o favorito à direcção do festival de Avignon, onde fez a sua estreia em 2015 com “António e Cleópatra”, de William Shakespeare e Sopro, em 2017.

Actor português, Tiago Rodrigues começou por ter uma ambição: a de partilhar o palco com pessoas com vontade de inventar colectivamente um espectáculo. Em 1997, integra o colectivo tg STAN, com 20 anos, marcando definitivamente a sua ligação à ausência de hierarquia num processo criativo. A liberdade em cena e no processo criativo influenciará para sempre os seus espectáculos.

Tiago Rodrigues encontra-se várias vezes, desde cedo, numa posição de precursor e assina pouco a pouco encenações que “lhe caem em cima”. Projectado neste caminho singular, começa a escrever guiões, artigos, poemas, prefácios.

Em 2003 funda com Magda Bizarro a companhia Mundo Perfeito na qual cria vários espectáculos sem se instalar num espaço, apresentando as peças em instituições nacionais e internacionais.

Em França, Tiago Rodrigues apresenta em 2015 a sua versão em português de “António e Cleópatra” de Shakespeare, publicada – como todas as suas peças – nas edições Les Solitaires intempestifs. Seguiu-se By heart apresentado em 2014 no Teatro da Bastilha, que o convidam a “ocupar” o teatro durante dois meses na primavera de 2016.

À frente do Teatro Nacional D.Maria II, Tiago Rodrigues apresenta uma capacidade de fazer muito com pouco, num registo de grande simplicidade que cria pontes entre cidades e países, anfitrião e promotor de um teatro vivo.

FonteRFI

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.