InicioEconomiaMovicel tem nova estrutura accionista e Filipe Zola é o novo PCA

Movicel tem nova estrutura accionista e Filipe Zola é o novo PCA

Inicia-se um novo ciclo na Movicel com a alteração do capital social da empresa. O Estado assegura a maioria (57%) com quatro entidades – INSS (25%), Angola Telecom (18%), Infrasat (12%) e Correios de Angola (2%) – e entra uma nova entidade, a GAFP (38%), que de acordo com o apurado pelo Expansão, trata-se de um grupo económico de capital angolano com capacidade de investimento, que acredita que com uma nova gestão este pode ser um negócio rentável.

Este novo accionista também já está neste sector, tem uma participação de 30% na Infrasat, o que em termos práticos significa, mais 3% no capital da telefónica. Tem a promessa do Governo de que vai contar com o apoio das empresas públicas representadas no capital social para fazer mudanças estruturais e alterações profundas no modo de funcionamento da Movicel.

Na reunião da passada segunda-feira procederam-se também a alterações no conselho de administração, o afastamento previsível de Aristides Safeca, que era considerado pelos novos accionistas como um factor impeditivo de implantar um novo rumo à empresa, levou à nomeação de um novo PCA, Filipe Zola, que é actualmente director para a área financeira do INSS, tendo um passado ligado á banca, pois passou pelo BCI e pelo Banco Postal, trabalhou na General Electric nos Estados Unidos, e é agora quadro superior da Segurança Social.

Filipe Zola não terá, no entanto, funções executivas, estas serão da responsabilidade de Paul Jalkaran, um quadro da Movicel há mais de 20 anos, ligado à área técnica, e que já fazia parte do conselho de Administração na anterior estrutura, sendo que é intenção da empresa contratar profissionais experientes neste sector com experi|encia internacional

Esta comissão terá cinco elementos, existem ainda dois lugares disponíveis, transitam dois da anterior estrutura, sendo que é intenção da empresa contratar profissionais experientes neste sector, com experiência internacional. Já relativamente ao Conselho de Administração, serão também nomeados mais dois não executivos para completar o órgão.

Novo ciclo

A nomeação de Paul Jalkaran como novo PCE vai ao encontro daquilo que são as maiores preocupações da empresa, a necessidade de fazer uma profunda reestruturação das infraestruturas técnicas, o ponto de maior constrangimento da actividade da empresa, “essa é uma área muito sensível para o sucesso desta reestruturação”, confirmaram ao Expansão. Já relativamente ao Conselho de Administração serão nomeados também mais dois não executivos, para completar o órgão.

 

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.