InicioAngolaPolíticaAdão de Almeida: “O Simplifica é um instrumento ao serviço do combate...

Adão de Almeida: “O Simplifica é um instrumento ao serviço do combate à corrupção”

O ministro de Estado e Chefe da Casa Civil do Presidente da República, Adão de Almeida, defendeu nesta quinta-feira (23), em Luanda, que se a administração pública conseguir “simplificar” e digitalizar os serviços públicos haverá menos burocracia e vai-se combater a corrupção.

Ao discursar no acto de apresentação pública do “Projecto Simplifica 1.0”, Adão de Almeida referiu, também, que trata-se de um instrumento ao serviço do combate à corrupção na administração pública.

“O nosso objectivo estratégico de diversificar a economia e incentivar o investimento privado, nacional e estrangeiro, ficará seriamente comprometido se não formos capazes de melhorar a nossa capacidade de prestar serviços públicos”, disse o ministro de Estado.

O Simplifica, esclareceu, propõe um caminho com vista a integração de processos e procedimentos entre os vários serviços públicos, sempre que possível e recomendável.

“Sem ignorar a organização do Estado e a repartição de competências entre as diferentes estruturas administrativas, podemos construir cada vez mais soluções que promovam a integração entre os diferentes serviços”, sublinhou Adão de Almeida.

“Os cidadãos e as empresas sairão a ganhar e, por consequência, também sairá o Estado. De resto, já há bons exemplos na nossa administração pública que nos mostram que é um sonho ao nosso alcance”, assegurou.

No seu entender, buscar a excelência na prestação do serviço público é difícil, leva tempo e exige muito trabalho. “É um processo infinito que impõe novos desafios em cada momento. Só se mantém na rota da excelência quem não pára de buscar o progresso”, enfatizou Adão de Almeida.

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.