InicioAngolaPolíticaAntigo administrador do município de Quela, em Malanje, foi detido por peculato

Antigo administrador do município de Quela, em Malanje, foi detido por peculato

Sub-procuradora geral da República em Malanje diz que estão a ser instruídos 36 processos-crime contra gestores púbicos

O antigo administrador municipal do Quela, na província angolana de Malanje, para área técnica foi detido por crime de peculato.

Jaime Cuandala Mendes da Costa, de 35 anos de idade, foi detido por agentes do Serviço de Investigação Criminal Geral (PGR), a pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR) que o acusa de peculato.

Costa é apontado como presumível autor do desvio de 19 mil litros de combustível (gasóleo) em beneficio próprio no exercício das funções.

A subprocuradora titular da Procuradoria Geral da República em Malanje, Francisca Marques, anunciou recentemente que actualmente estão a ser instruídos “36 processos-crime” envolvendo gestores púbicos, dos quais “ um que já foi remetido a juízo, processos de crimes de natureza económica e financeira”.

A magistrada acredita “que dentro em breve vai se iniciar o julgamento deste processo aqui na província de Malanje e emos outros processos que estão a bom ritmo em segredo de justiça”.

Em 2020, a PGR local determinou a detenção do administrador municipal de Cacuso, Caetano da Rita Paulino Tinta, presumivelmente pelos crimes de peculato, associação criminosa, comparticipação económica em negócios e violação das normas de execução orçamental.

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.