InicioEconomiaAfricell é financiada para reforçar serviços

Africell é financiada para reforçar serviços

A Africell, empresa que ganhou o concurso para a quarta operadora móvel em Angola, recebeu um financiamento adicional de 105 milhões de dólares com vista ao reforço das suas operações em África.

Num comunicado, a operadora revela que este empréstimo junta-se a um outro de 100 milhões de dólares cedido pela Development Finance Corporation (DFC), entidade do Governo dos EUA, em 2019 e renegociado em Maio úl-timo. Em conjunto, estes dois empréstimos têm como objectivo apoiar os planos de crescimento da Africell em África, designadamente o início da operação em Angola previsto para o final deste ano, e tornar sustentável a sua estratégia de longo prazo.

Em África, a Africell conta com mais de 12 milhões de clientes, em países como a Serra Leoa, Uganda, República Democrática do Congo e Gâmbia.

O sindicato responsável por este empréstimo inclui financiadores historicamente ligados à Africell e novos players com experiência comprovada em mercados emergentes. Estruturado pela Gemcorp, conta com a participação da Gramercy Funds Management LLC, TC Credit Partners LLC e de fundos assessorados pela Helios Investment Partners.

Compromisso

Citado pela nota, o presidente e CEO da Africell, Ziad Dalloul, revela que o empréstimo representa um “compromisso” renovado de longo prazo da empresa com um grupo de parceiros financeiros internacionais estratégicos.

O gestor disse que o consórcio é composto por instituições financeiras mundialmente reconhecidas e com um histórico relevante de investimentos em mercados emergentes.

“Alguns são parceiros de sempre da Africell, outros estão a apoiar-nos pela primeira vez, facto que evidencia a robustez das nossas operações. Com este empréstimo o nosso Grupo garante a sua estratégia de longo prazo para África, designadamente o crescimento das nossas operações e a concretização dos objectivos comerciais que estabelecemos para cada um dos mercados em que já estamos presentes. A operação em Angola, que esperamos iniciar antes do final de 2021, irá igualmente beneficiar do financiamento agora atribuído ao Grupo Africell”, indica.

Por outro lado, o CEO da Gemcorp, Atanas Bostandjiev, sublinha que “a Gemcorp está satisfeita por ter contribuído para o financiamento das operações da Africell em África, sobretudo porque o mesmo se materializa num momento crucial da sua história. Este é o terceiro financiamento que atribuímos à Africelle.

Fazêmo-lo porque acreditamos que irá permitir à empresa expandir as operações já em curso e apoiar a sua rápida implementação e ex-pansão em Angola”.

“Apoiar empresas do sector das telecomunicações que operam em África e que apresentam bons índices de crescimento é importante para a nossa estratégia deactuação, motivo pelo qual estamos entusiasmados com o contrato agora assinado com a Africell em conjunto com os restantes membros do sindicato”, realça.

Mercado nacional

A Africell ganhou o concurso público internacional para a quarta licença universal de comunicações móveis em Angola, lançado pelo Governo com o objectivo de reformar o sector e de contribuir para o maior desenvolvimento da sua economia.

A expansão da Africell no mercado nacional é uma oportunidade transformadora para o grupo empresarial, para o sector das telecomunicações angolano e para os consumidores locais, que poderão beneficiar de uma mais ampla concorrência e de serviços mais completos e inovadores.

A atribuição a um novo operador do 4º Título Global Unificado para Prestação de Serviço Público de Comunicações Electrónicas vai trazer maior concorrência ao sector das telecomunicações angolano, melhorar a qualidade dos produtos, serviços e preços, trazendo contributos relevantes para o crescimento económico.

FonteJA

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.