InicioMundo LusófonoS. Tomé e PríncipeSão Tomé e Príncipe: Activistas denunciam sinais de impunidade de crimes contra...

São Tomé e Príncipe: Activistas denunciam sinais de impunidade de crimes contra a criança

A Plataforma da Sociedade Civil Contra o Abuso Sexual de Menores exige mais acções visando a defesa e proteção das crianças em São Tomé e Príncipe

Como alerta às autoridades, a plataforma da sociedade civil contra o abuso sexual de menores publicou neste Dia Internacional da Criança vários depoimentos de famílias São-tomenses vítimas deste crime.

“A minha irmã de 13 anos de idade está gravida do meu padrasto. Ela começou a ser abusada sexualmente desde dos 10 anos,” diz um dos familiares.

Noutra mensagem, ouve-se: “a minha filha tinha 11 anos de idade quando o meu vizinho a levou para mato e abusou-se dela sexualmente”.

Estas e outras mensagens, em anonimato, denunciam e lamentam a impunidade no sistema judicial.

“Até então, o caso da minha filha está por resolver. Nem a polícia judiciária, nem o ministério publico, nem os tribunais. Ninguém diz nada e já passaram anos”, disse um dos familiares em conversa com os activistas da plataforma da sociedade civil contra o abuso sexual de menores.

De acordo com as autoridades, centenas de processos relacionados com crimes de abuso sexual de menores são arquivados por falta de prova.

Entretanto, o sociólogo Carlos Lopes alerta para as consequências sociais deste crime que não para de aumentar na sociedade São-tomense, apesar da nova lei que veio agravar a pena contra os infratores.

“Vamos ter uma sociedade doentia, uma sociedade patológica se nós não travarmos esse flagelo”, afirmou este sociólogo.

A plataforma da sociedade civil contra o abuso sexual de menores, pela voz de Jéssica Neves, acusa as autoridades São-tomenses de pouco fazerem para a defesa e proteção das crianças.

“Não adianta falar todos os dias que as crianças são o futuro do país, são as flores, quando na verdade nós não cuidamos delas”, disse Jéssica Neves, exigindo medidas mais eficazes de forma a proteger as crianças do crime de abuso sexual.

FonteVoA

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.