InicioAngolaPolíticaMoxico: Obras do PIIM e outros projectos passam no crivo do BP...

Moxico: Obras do PIIM e outros projectos passam no crivo do BP do MPLA

As obras enquadradas no Programa Integrado de Intervenção nos municípios (PIIM) e outros programas em curso na província do Moxico, entre eles o Eurobonds, mereceram esta quinta-feira, 20, uma avaliação mais pormenorizada e técnica do grupo de acompanhamento do Bureau Político (BP) do MPLA. A equipa liderada por Manuel Pedro Chaves, Secretário para Relações Internacionais do BP do MPLA, coordenador do grupo de acompanhamento à província do Moxico que está a radiografar o andamento destas empreitadas nessa província do leste de Angola deu uma nota positiva aos projectos em execução e garantiu o desbloqueamento das verbas para os empreiteiros concluírem, em tempo oportuno, as obras em curso na província.

Diniz Kapapelo | Moxico

Manuel Pedro Chaves, Secretário para Relações Internacionais do Bureau Político do MPLA, ladeado do Governador da Província do Moxico, Gonçalves Muandumba e vários membros do grupo de acompanhamento, constatou o andamento das obras da Centralidade do Luena, um projecto habitacional que vai contar com 425 unidades habitacionais e 48 lojas, a construção, reabilitação e ampliação de algumas escolas bem como a intervenção em curso em algumas ravinas que ameaçavam ‘engolir’ vários bairros do Moxico.

ESCOLA EM OBRAS NO MOXICO.
(DINIZ KAPAPELO)

Em entrevista à imprensa, no final da visita, no cômputo geral, Manuel Pedro Chaves, disse ter feito uma avaliação positiva de tudo o que viu.

“Por exemplo, em relações as escolas, notamos que cerca de 78 salas de aulas poderão entrar em funcionamento brevemente na província do Muxico, para melhorar as condições de ensino dos alunos”, explicou o Coordenador do grupo de acompanhamento.

Por outro lado, a comitiva liderada por Manuel Pedro Chaves visitou também a centralidade do Luena e o projecto habitacional de mais de 400 residências que poderão dar outro alento à juventude no que a escassez de residência na província diz respeito.

“Pensamos serem projectos bastantes bons e de extrema importância, porque naturalmente, vão melhorar a qualidade de vida dos nossos cidadãos”.

Manuel Pedro Chaves e o grupo de acompanhamento do BP do MPLA constata obras do PIIM no Moxico.
(DINIZ KAPAPELO)

Centralidade a ‘passos de camaleão’
A centralidade do Luena, tal como nas demais províncias do País, é o projecto habitacional mais esperado pela população do Luena, entre elas, os jovens que esperam ver o sonho da casa própria resolvido.

“Neste quesito, de acordo com a informação que nos foram dadas ainda este ano, vai se fazer a conclusão dessa centralidade e, naturalmente, vai, no cômputo dar habitações para as populações do Moxico.

Embora esteja atrasada, no âmbito da sua conclusão, Manuel Pedro Chaves garante que a conclusão deste projecto imobiliário vai ser importante para que os munícipes do Moxico e outros cidadãos que têm essa província como o seu local de trabalho, possam conseguir nesse espaço, a sua habitação.

Manuel Pedro Chaves e o grupo de acompanhamento do BP do MPLA constata obras do PIIM no Moxico.
(DINIZ KAPAPELO)

Atrasos das verbas atrasam conclusão das obras…
Muitos projectos em curso na província do Moxico já estariam concluídos caso a disponibilização de verbas, por parte dos órgãos centrais fosse mais célere.

Esta é uma reclamação generalizada, nas mais variadas obras, quer do PIIM como do programa Eurobonds que vêm sendo implementadas nessa parcela do Leste do País, tal como, foi constatado pelo grupo de acompanhamento MPLA que radiografa essas obras no Moxico.

“A inquietação dos empreiteiros está relacionada com os pagamentos, mas, há indicações que esses pagamentos serão feitos de uma forma faseada, algo que deixa alguma esperança aos empreiteiros”, notou.

ESCOLA EM OBRAS NO MOXICO.
(DINIZ KAPAPELO)

Qualidade aceitável
Tal como é apanágio, quem paga quer comprar qualidade, esta máxima não passou despercebida ao grupo que acompanha as obras em curso na província do Moxico. Aliás, o facto da maioria delas ser feita com dinheiros públicos implica uma fiscalização redobrada em função dos dissabores do passado.

Em relação a isso, Manuel Pedro Chaves garantiu que essa situação está acautelada na medida em que, “das obras contatadas a qualidade é muito, pelo menos, a nível daquilo que foi possível ver, as obras têm uma qualidade aceitável e penso que estamos bem servidos nessa matéria”.

De referir que, há cerca de duas semanas, a província do Moxico recebeu, igualmente, a secretária de Estado para o Ambiente Paula Cristina Francisco Coelho que se inteirou do andamento das obras em curso na província do Moxico. Na ocasião, Paula Coelho, reinaugurou, com o governador local, uma escola que vai albergar 900 alunos, depois de ter sido reconstruída e ampliada no âmbito do programa Eurobons.

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.