InicioMundo LusófonoPortugalPortugal está a abordar com Angola acordos sobre facilitação de vistos e...

Portugal está a abordar com Angola acordos sobre facilitação de vistos e mobilidade jovem

A secretária de Estado das Comunidades portuguesa, Berta Nunes avançou à imprensa no passado dia 21 de Abril, que Portugal está a discutir com as autoridades angolanas acordos para facilitação de vistos e sobre mobilidade jovem.

Em entrevista à Lusa após uma visita de cinco dias a Angola Berta Nunes disse que há toda abertura da parte portuguesa, estando a decorrer trabalhos para a assinatura de um memorando de entendimento a ser assinado provavelmente aquando da cimeira da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), prevista para julho próximo, em Luanda.

“Iremos ver se é possível para facilitar a mobilidade jovem entre Portugal e Angola, no sentido de os jovens poderem ir estudar e trabalhar durante períodos curtos em Portugal ao abrigo desse memorando jovem”, disse Berta Nunes.

Segundo a secretária de Estado das Comunidades, os dois Governos estão muito empenhados no acordo que já foi dado pelos ministros dos Negócios Estrangeiros, o Acordo de Mobilidade dentro da CPLP, no sentido de progressivamente se construir uma cidadania CPLP.

A governante portuguesa sublinhou que este é um trabalho que tem de ser feito de forma a que também haja um acordo entre os países e que progressivamente vá sendo cada vez mais alargado e a facilidade de mobilidade cada vez mais aprofundada.

“Mas é um trabalho que tem que ser feito bilateralmente e que tem de facto que ser aprofundado e tudo isto é feito também com cautelas, com cuidados, mas, na verdade, o nosso objectivo e a nossa vontade é que se aprofunde essa facilitação da mobilidade, não só bilateralmente, mas no espaço da CPLP”, disse.

 

FonteLusa

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.