InicioMundo LusófonoGuiné-BissauAntigo ministro guineense da Saúde, António Deuna, colocado em liberdade

Antigo ministro guineense da Saúde, António Deuna, colocado em liberdade

Ele vai responder o processo em liberdade sob Termo de Identidade e Residência

O antigo ministro da Saúde da Guiné-Bissau, António Deuna, foi colocado em liberdade sob Termo de Identidade e Residência, nesta quarta-feira, 12, enquanto aguarda o processo e o julgamento.

Deuna foi detido na quinta-feira, 6, num processo em que é acusado de um suposto desvio de cerca de 50 milhões de francos CFA de uma organização não governamental britânica, do levantamento de cem milhões de francos CFA retirados das contas de diferentes centros de saúde na região de Bafatá e da concessão da licença ilegal de importação de medicamentos para o combate ao coronavírus ao Grupo Farmácia S.S “Sónia”.

A decisão de colocar Deuna em liberdade por decisão do magistrado coordenador do Gabinete de Luta contra a Corrupção e Delitos Económicos.

De acordo com o jornal O Democrata, dois procuradores recusaram assumir o caso, tendo o coordenador daquele Gabinete em virtude de o antigo ministro estar preso há cinco dias.

António Deuna foi o primeiro ministro da Saúde do Governo de Nuno Gomes Nabiam, desde Março de 2020, e foi exonerado a 25 de Abril na remodelação do Executivo guineense.

FonteVoA

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.