Angola garante mobilidade na CPLP

O ministro das Relações Exteriores de Angola, Téte António, garante que o acordo de mobilidade na CPLP, apresentado por Cabo Verde, vai “continuar vivo” durante a presidência angolana da comunidade lusófona, a partir do mês de Julho.

O acordo de mobilidade na CPLP apresentado por Cabo Verde vai “continuar vivo” durante a presidência de Angola, garantiu hoje, à agência de notícias Lusa, o ministro das Relações Exteriores, Téte António. 

Luanda será o palco da assinatura do acordo. O acordo de mobilidade vai continuar vivo, mas o mais importante será a etapa da sua implementação. A vontade política dos Estados membros ratificarem o instrumento jurídico para ele entrar em vigor e os nossos povos gozem do privilégio da mobilidade. Nem é um privilégio é um direito. Só circulando entre nós é que vamos sentir os benefícios desta comunidade”.

O responsável pela diplomacia angolana reuniu-se, na cidade da Praia, em Cabo Verde, com homólogo cabo-verdiano. Rui Figueiredo Soares lembrou que as trocas comerciais devem ser incentivadas entre os países da comunidade lusófona.

“Será importante que os nossos países possam estabelecer relações económicas e empresariais fortes. Temos uma comunidade muito rica pela sua diversidade, mas também pelas suas riquezas culturais. As nossas trocas comerciais devem ser incentivadas no sentido de obtermos o melhor resultado no âmbito da mobilidade”.

A proposta para a mobilidade de pessoas no espaço da comunidade lusófona foi a grande prioridade da presidência cabo-verdiana. A proposta foi aprovada em Conselho de Ministros da CPLP, e será um dos temas principais da cimeira de Luanda nos dias 16 e 17 de Julho. Angola vai assumir depois a liderança da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa.

FonteRFI

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.