InicioAngolaSociedadeMoxico empenhado em reduzir alunos fora do sistema de ensino

Moxico empenhado em reduzir alunos fora do sistema de ensino

O município do Moxico, na província com o mesmo nome vai, em breve reduzir consideravelmente o número de crianças fora do sistema norma de ensino. Este facto resulta da reenauguração hoje, 08 de Maio, de uma escola que doravante terá a capacidade para albergar 450 alunos do ensino primário em três turnos e, a construção brevemente de outra escola que vai albergar 1620 alunos do primeiro ciclo do ensino secundário.

Diniz Kapapelo | Moxico

Ladeado da Secretária de Estado para o Ambiente Paula Coelho, coube ao Governador provincial do Moxico, Gonçalves Muandumba o descerrar da placa e o corte da fita para a reabertura da escola primária n.º 180 do Bairro Kamenha, uma obra enquadrada no programa do Eurobonds.

A infra-estrutura reeinaugurada este sábado foi ampliada para 10 salas de aulas e outros compartimentos administrativos e devidamente equipada e apetrechada para melhor servir aos alunos e corpo docente daquele bairro do município do Moxico, cidade do Luena, também conhecida como “cidade da paz”.

Na ocasião, o governador Gonçalves Muandumba disse sentir-se satisfeito com a reabertura de mais uma escola e com a colocação à disposição dos munícipes do Moxico mais este estabelecimento de ensino e aprendizagem que vai reduzir o número de alunos fora do sistema normal de ensino.

“Reconhecemos o atraso verificado na conclusão da obra por parte do empreiteiro, mas infelizmente, foi em função da fonte de financiamento deste empreendimento. Como sabemos, há muitas dificuldades, mas, finalmente, conseguimos triplicar a capacidade desta escola”, explicou, garantindo que doravante, os alunos do bairro Kwenha terão uma escola moderna e com melhores condições para estudar.

Aos encarregados de educação e ao corpo docente, o governante deixou também uma palavra de apreço no sentido de cuidar deste bem público colocado à sua disposição no sentido de ter uma escola mais moderna e interactiva onde pais e encarregados de educação possam interagir com os professores sobre o aproveitamento dos seus educandos.

Outros projectos
Gonçalves Muandumba, além de ter descerrado a placa da escola primária N.º 180, deixou outra boa nova para os munícipes do Moxico: “Nós não vamos ficar por aqui. Brevemente vamos dar início da construção de uma nova escola de 12 salas de aulas, no quadro do PIIM. Sabemos que não será suficiente, mas é um trabalho que estamos a fazer para reduzir o número de alunos fora do sistema normal de ensino que está estimado em toda província, em cerca de 40 mil”, sublinhou, referindo que, deste número acrescem-se aqueles alunos que ainda estudam em condições precárias, mas que, com acções como esta, a realidade vai mudando consideravelmente.

“Aqui deixamos uma palavra de apresso as mais diversas igrejas que têm estado a colocar os seus locais de cultos para que as crianças não possam ficar debaixo do sol e da chuva”.

O município do Moxico tem um total de 89 escolas divididas em 69 públicas, 11 comparticipadas e nove privadas, estão matriculadas no presente ano lectivo, no município do Moxico, 109 mil alunos.

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.