InicioCovid-19Aumento de casos coloca sistema de saúde à beira do colapso

Aumento de casos coloca sistema de saúde à beira do colapso

Angola notificou, nas últimas 24 horas, seis óbitos, 280 infecções e 195 recuperados. O país contabiliza 28.201 casos confirmados, dos quais 628 óbitos, 24.698 recuperados e 2.875 activos

As unidades de tratamento da Covid-19 em Luanda estão “à beira do colapso” com o aumento galopante de casos da variante inglesa, admitiu, ontem, o secretário de Estado para a Saúde Pública.

No encontro com jornalistas, no Centro de Imprensa Aníbal de Melo (CIAM), sobre a evolução da pandemia em Angola, Franco Mufinda disse que, de modo geral, o Sistema Nacional de Saúde está a sentir os efeitos negativos das variantes inglesa e sul-africana.

Desde o dia 2 de Abril até ontem, referiu, foram detectados 1.294 casos da variante inglesa. “Estamos a registar uma média semanal de 677 novos casos contra os 540 da primeira vaga da pandemia em Angola”, disse.

Franco Mufinda considerou “preocupante” a situação epidemiológica em Angola e alertou as instituições públicas e privadas, escolas e encarregados de educação a redobrar as medidas de prevenção, como o uso correcto da máscara facial, lavagem frequente das mãos com água e sabão e o respeito do distanciamento físico.

Situação epidemiológica
Angola notificou, nas últimas 24 horas, seis óbitos, 280 infecções e 195 recuperados. Franco Mufinda informou que quatro mortes ocorreram em Luanda, uma em Benguela e igual número no Cuanza-Norte. As vítimas são cidadãos nacionais, com idades entre 44 e 60 anos.

Dos 280 infectados, 222 foram notificados em Luanda, 19 na Huíla, 12 em Benguela, 10 no Huambo, seis em Cabinda, quatro no Zaire, três no Bié, dois em Malanje, um no Uíge e igual número no Cuanza-Norte, sendo 159 do sexo masculino e 121 do sexo feminino, com idades entre 3 meses e 83 anos.

Na capital do país, os casos foram reportados nos municípios de Belas, Cazenga, Cacuaco, Icolo e Bengo, Kilamba Kiaxi, Talatona, Viana e nos distritos urbanos da Samba, Rangel e Maianga.

Relativamente às recuperações, 146 foram em Luanda, 20 no Huambo, 17 em Benguela, cinco na Huíla, igual número no Uíge, uma no Bié e também no Cuanza-Norte.

Com estes dados, o país contabiliza 28.201 casos confirmados, dos quais 628 óbitos, 24.698 recuperados e 2.875 activos (16 em estado crítico, 33 grave, 115 moderados, 48 leves e 2.683 assintomáticos).

O secretário de Estado para a Saúde Pública informou que nos centros de tratamento da Covid-19, a nível do país, estão internados 212 doentes. Em quarentena institucional estão 58 cidadãos e 1.536 sob investigação epidemiológica.

Nas últimas 24 horas não houve registo de alta de pessoas que estão em quarentena institucional. O Centro Integrado de Segurança Pública (CISP) registou, 111 chamadas, todas relacionadas a pedidos de informação sobre a Covid-19.

O laboratório de Biologia Molecular processou 3.061 amostras, das quais 280 positivas. Desde o início da pandemia, em Março de 2020, foram processadas 519.122 amostras.

A Equipa de Saúde Mental e Intervenção Psico-social assistiu, via telefónica, 56 cidadãos. Relativamente à testagem nos pontos de entrada e saída de Luanda foram testadas 1.171 pessoas, das quais seis positivas.

FonteJA

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.