InicioAngolaSociedadeEm Angola trabalhadores do Caminho de ferro de Benguela suspendem greve

Em Angola trabalhadores do Caminho de ferro de Benguela suspendem greve

Os trabalhadores do Caminho de Ferro de Benguela, anunciaram o início de uma greve a partir de quinta-feira para exigir o aumento salarial de cinquenta por cento e outros direitos laborais.

Os trabalhadores, do Caminho de caminho de Ferro de Benguela,anunciaram na quinta-feira o início de uma greve para exigir o aumento salarial de cinquenta por cento e outros direitos laborais.

De acordo com a Comissão Sindical da empresa, considerada estratégica para a economia angolana, a entidade patronal não atendeu as suas reivindicações,que incluem designadamente o pagamento da dívida salarial e o aumento do apoio alimentar da cesta básica.

A paralisação, do Caminho de Ferro de Benguel, afecta a circulação de passageiros e mercadorias no chamado Corredor do Lobito, estratégico para as sub-regiões central e austral do país da África austral.

Perante o aumento do custo de vida e da extrema pobreza em Angola, multiplicaram-se as reivindicações laborais nos vários sectores da economia angolana.

Segundo a agência de notícias angolana, Angop, a pedido do governador da província de Benguela, Luís Nunes, a

a efectivação do movimento de greve foi suspensa por 30 dias, de forma a que o dirigente possa apresentar aos ministérios das Finanças e dos Transportes, as reivindicações dos Trabalhadores.

O secretário para os assuntos jurídicos dos CFB, Moisés Cacumba confirmou a reunião com o governador Luís Nunes, na qual também participaram , o presidente do Conselho de Administração dos Caminhos de Ferro de Benguela, Luís Teixeira, bem como representantes dos ministérios dos Transportes, das Finanças e da Administração Pública, Trabalho e Segurança Social, e do sindicato dos trabalhadores.

Cacumba, informou que o governador provincial comprometeu-se a transmitir aos ministérios atrás referidos as reivindicações dos trabalhadores, com vista à uma procura de soluções.

FonteRFI

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.