- Publicidade-
InicioDestaquesFrança vai punir militares que denunciam "desintegração" do país

França vai punir militares que denunciam “desintegração” do país

Vão ser sancionados os militares franceses no activo que assinaram um artigo de opinião na revista “Valeurs Actuelles” a denunciar a “desintegração” do país devido ao islamismo e à criminalidade nos subúrbios. Entretanto, uma sondagem hoje publicada diz que 58% dos franceses apoia os signatários do artigo.

Cerca de uma centena de altas patentes militares, entre eles 20 generais, assinaram uma crónica a criticar a acção do Governo face à “desintegração” da França devido ao islamismo e à criminalidade nos subúrbios.

No texto, datado de 21 de Abril, os militares pedem ao Presidente Emmanuel Macron que defenda o “patriotismo”.

Pelo menos 18 dos signatários do artigo estão actualmente no activo e vão ser sancionados, segundo François Lecointre, chefe do Estado Maior das Forças Armadas. Quanto aos mais graduados e já na reforma, Lecointre afirma que poderão ser exonerados.

Este artigo de opinião foi apoiado pela líder da extrema-direita francesa, Marine Le Pen, que sublinha que “a situação é tão grave que foi preciso que as Forças Armadas” se pronunciassem.

O Governo acusa Marine Le Pen de aproveitamento político, com a ministra da Defesa, Florence Parly, a considerar a acção dos militares de “inaceitável” e “irresponsável”.

Entretanto, uma sondagem hoje publicada dá conta que 58% dos franceses apoia os militares em causa.

- Publicidade -
FonteRFI
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.