- Publicidade-
InicioDesportoFutebolPolidesporto: Chevron "corta" patrocínio ao Sporting de Cabinda

Polidesporto: Chevron “corta” patrocínio ao Sporting de Cabinda

O Sporting de Cabinda, representante da província no Campeonato Nacional de Futebol da primeira divisão (Girabola), “viu” interrompido o patrocínio da Chevron, operadora de petróleo bruto e gás, pela queda do preço do barril.

A decisão da operadora foi manifestada quarta-feira, em Cabinda, em um encontro com os membros da direcção do clube, alegando que a queda do preço do barril de petróleo provocou elevados custos a empresa, inclusive redução de pessoal.

No entanto, a Chevron decidiu, por outro lado, honrar os pagamentos do patrocínio em atraso, referente a época 2020, avaliados em mais de 136 milhões de kwanzas.

Para o vice-presidente administrativo do Sporting de Cabinda, Bartolomeu Fuca, a decisão vai provocar enormes constrangimentos para o clube, particularmente nesta fase em que está a disputar o Girabola.

Referiu que, para salvar a época, deverão contar com o apoio do Governo Provincial, que por sua vez deverá persuadir as empresas a fazê-lo.

A Chevron foi a patrocinadora oficial do clube durante cerca de 30 anos, começando por receber cerca de um milhão de dólares americanos por época, para suportar as despesas. O montante começou a registar redução, em 2018, passando a agremiação a receber 500 mil dólares e nos últimos 10 anos, com registos de atrasos, recebeu 250 mil por temporada, equivalentes em Kwanzas.

- Publicidade -
FonteAngop
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.