- Publicidade-
InicioAngolaPolíticaLíder tradicional na Lunda Norte preso há três semanas ainda sem qualquer...

Líder tradicional na Lunda Norte preso há três semanas ainda sem qualquer acusação formal

Um activista na província angolana da Lunda Norte disse que continua a reinar um ambiente de medo entre apoiantes do Movimento do Protectorado da Lunda Tchokwe que organizou a manifestação no final de Janeiro e na qual várias pessoas foram mortas pela polícia.

“Os membros integrantes do movimento estão quase todos foragidos com medo de serem presos aqui nas Lundas por medo de represália”, disse o activista Jordan Muakambinza, quem lembra que, além do líder do Movimento, José Mateus Zecamutchima, preso a 9 de Fevereiro, está igualmente detido o soba Muakapenda Kamulemba, detido há três semanas.

“Só o Governo ou os serviços de segurança que o prenderam é que sabem qual é a razão porque até ao momento não há culpa formada em relação à detenção do soba Muakapenda Kamulemba”, denunciou Muakambinza.

Em Luanda, continua também detido o líder do Movimento do Protectorado Lunda Tchokwe, José Mateus Zecamutchima.

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.