- Publicidade-
InicioMundo LusófonoPortugalPrograma de testagem em massa em Lisboa estende-se a mais cinco freguesias

Programa de testagem em massa em Lisboa estende-se a mais cinco freguesias

O plano municipal de testagem em massa iniciou-se dia 31 de Março com 10 freguesias. Porém, esta segunda-feira, o presidente da autarquia informou que serão mais cinco as que estarão na lista do programa de testes à covid-19 na capital.

O plano de testagem rápida gratuita para os moradores de Lisboa inclui agora mais cinco freguesias do concelho. Assim, passam a ser 15 as freguesias englobadas no plano de testes à covid-19 do município.

O anúncio foi feito esta segunda-feira pelo presidente da câmara de Lisboa, Fernando Medina, na rede social Twitter. Medina esclareceu que o plano estende-se agora aos moradores das freguesias de Alcântara, Avenidas Novas, Belém, Campo de Ourique e Misericórdia.

As freguesias da Ajuda, Alvalade, Arroios, Estrela, Marvila, Olivais, São Vicente, Santa Clara, Santa Maria Maior e Santo António já faziam parte do plano de testagem desde dia 31 de Março. A partir desta segunda-feira os moradores de mais cinco freguesias poderão fazer testes à covid-19 de forma gratuita.

Fernando Medina, aquando do início do plano, tinha adiantado que mais freguesias poderiam entrar ou sair da lista de testagem gratuita à medida que se registasse uma relação de casos de covid-19 superior ou inferior a 120 por 100 mil habitantes.

O programa destina-se aos moradores com mais de 16 anos destas 15 freguesias, que podem fazer dois testes rápidos à covid-19 por mês nas farmácias aderentes.

A iniciativa pretende identificar casos de covid-19 de forma mais rápida e assim ajudar a conter a pandemia.

O protocolo do plano indica que se um teste for positivo, a farmácia aderente reporta o caso detectado no SINAVE, o Sistema Nacional de Vigilância Epidemiológica do Ministério da Saúde.

A testagem é feita por profissionais da rede de farmácias e a marcação dos testes pode ser feita presencialmente nas farmácias aderentes, que podem ser consultadas em https://www.lisboa.pt/lisboaprotege/saude, ou através do número 1400.

Segundo o site da autarquia, no início do plano eram 68 o número de farmácias que aderiram ao programa, porém, esta segunda-feira, já são 83.

Em declarações ao PÚBLICO, a câmara conta que pretende investir cerca de 15 milhões de euros nesta campanha, sendo que, na primeira semana do plano foram testadas cerca de 1400 pessoas.

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.