InicioMundoEuropaFrança: vacinação aberta a maiores de 55 anos

França: vacinação aberta a maiores de 55 anos

A campanha de vacinação em França ganha novo fôlego com a chegada de novas doses. Com um mês de avanço do calendário inicial previsto, a vacinação é alargada esta segunda-feira a todas as pessoas com mais de 55 anos. Uma aceleração justificada pela chegada da vacina da Janssen, a filial europeia do grupo farmacêutico americano Johnson & Johnson, e a alguns ajustes na estratégia de vacinação francesa.

Com uma semana de avanço, 200.000 doses de vacinas serão entregues a partir desta segunda-feira pela Janssen. Fármaco que será proposto “a todos os maiores de 55 anos, sem condições”, avançou o ministro da Saúde de França, Olivier Véran, este domingo, no Journal du Dimanche.

A vacina do grupo Johnson & Johnson distingue-se das restantes três (Pfizer, Moderna e AstraZeneca) por ser de toma única e por poder ser armazenada durante três meses num frigorífico normal. Além disso, usa uma tecnologia diferente da do ARN-mensageiro (Pfizer e Moderna), serve-se de um vírus modificado, no caso um adenovírus do tipo 26 (Ad26) que leva para as células humanas um fragmento do material genético com que o coronavírus comanda a produção de uma das suas proteínas. A Janssen tem uma eficácia avaliada nos 85% nas formas graves da doença.

“Vacinar de manhã, ao meio dia e à noite” é a palavra de ordem de Emmanuel Macron. O presidente Francês quer passar a vacinação a uma velocidade superior. A um ano das eleições presidenciais, Macron quer fazer da vacinação o seu trunfo para sair da crise.

O calendário previa 10 milhões de vacinados até meio de Abril, objectivo que foi atingido. 20 milhões de vacinados até meados de Maio; 30 milhões até meio de Junho; e todos os adultos que o desejem até ao fim do verão.

Desde o início da pandemia foram infectadas em França, com o novo coronavírus, 4.980.501 pessoas. O número de internados com o SARS-CoV-2 é de 30.671, dados actualizados este domingo.

Nas unidades de cuidados intensivos 5.838 pessoas estão a ser assistidas, muito acima das 4.900 pessoas que foi preciso atender no pico da segunda vaga, em meados de Novembro.

Até ao momento, em França, a covid-19 tirou a vida a 98.750 pessoas.

FonteRFI

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.