InicioMundoÁfricaChade: Idriss Déby a caminho do sexto mandato?

Chade: Idriss Déby a caminho do sexto mandato?

Sete candidatos estão presentes na primeira volta das Eleições Presidenciais no Chade, onde o actual Presidente, Idriss Déby pode ser reeleito para um sexto mandato.

No poder há mais de 30 anos, Idriss Déby, 68 anos, quer vencer novamente a corrida ao cargo de Presidente, o que significa que seria o sexto mandato do chefe de Estado chadiano.

Apenas sete candidatos no total vão participar no escrutínio, após a desistência de vários opositores que preferiram apelar ao boicote da primeira volta e das eleições presidenciais em geral.

Votação nas ruas de Ndjamena, durante a votação de abril de 2016.
(© AFP / Issouf Sanogo)

A RFI, presente em N’Djamena, a capital chadiana, admite que a principal preocupação desta eleição vai ser a participação da população. Cidadãos que foram interrogados atiraram que não iam votar sabendo que o «resultado final era óbvio » e que «não existe uma verdadeira oposição» nos candidatos presentes no escrutínio.

Três candidatos retiraram-se durante o mês de Março, inclusive Saleh Kebzabo, rival histórico de Idriss Déby, bem como Succès Masra, de 38 anos, cuja candidatura não foi validada pelo Supremo Tribunal por ser ‘demasiado jovem’. Aliás, Succès Masra está na origem das várias manifestações que ocorriam nos sábados para contestar um sexto mandato do actual Presidente.

Os chadianos votam neste domingo, sem que se saiba o número total de eleitores, visto que alguns não receberam o Cartão de Eleitor. A Céni – Comissão Nacional de Eleições – decidiu permitir que os cidadãos apresentem o Cartão de Eleitor de 2015. Saleh Kebzabo, entre outros, declarou que essas falhas abrem a porta à fraude eleitoral.

FonteRFI

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.