- Publicidade-
InicioEconomiaSonangol quer novos importadores de combustível

Sonangol quer novos importadores de combustível

A Sociedade Nacional de Combustíveis de Angola (Sonangol) lançou um concurso internacional para a importação de combustíveis, a fim de suprir a procura interna de gasóleo e gasolina.

O concurso, anunciado a 01 de Abril, vai de 01 de Julho de 2021 a 30 de Junho de 2022, de acordo com uma nota de imprensa que a ANGOP teve acesso.

O concurso é limitado por convite e 34 empresas já foram avaliadas, das quais 27 pré-qualificadas.

Do concurso, serão seleccionadas empresas  com quem a Sonangol vai celebrar contratos para o fornecimento de gasóleo  e gasolina na modalidade DAP- “Delivery at Place”, em Luanda,  em substituição das entidades fornecedoras actuais, cujos contratos  terminam a 30 de Junho  deste ano.

Em 2020, Angola gastou 913  milhões  de dólares norte-americanos com a importação de combustíveis, menos 30%  que no ano anterior, segundo dados do Instituto Regulador  dos Derivados de petróleo (IRDP).

Naquele período, foram  adquiridas cerca de 2,7 de toneladas métricas (TM) de combustíveis.

Em 2019, Angola gastou, com a importação de  três milhões  de toneladas métricas de combustíveis  USD 1,7 mil milhões.

Apesar de ser um país produtor de petróleo, o seu  sector de refinação  conta apenas com  uma refinaria  de 65 mil barris de petróleo  diário, que cobre  apenas  cerca de  20%  do consumo de derivados  de petróleo.

Para se ultrapassar a actual situação, o Executivo traçou a estratégia de construção de três refinarias nas províncias de Cabinda, Soyo (Zaire) e Lobito, além da modernização da refinaria de Luanda.

 

- Publicidade -
FonteAngop
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.