- Publicidade-
InicioMundoEuropaIrlanda do Norte: Sexta noite de confrontos

Irlanda do Norte: Sexta noite de confrontos

Mais uma noite de violentos protestos em Belfast, Irlanda do Norte, após uma semana marcada pelos confrontos entre as forças de ordem e os manifestantes. Os unionistas receiam que os acordos comerciais do pós-Brexit deixem a Irlanda do Norte separada do resto do Reino Unido.

Sexta noite consecutiva de confrontos na Irlanda do Norte, com os jovens unionistas a incendiaram carros e atacarem a polícia com pedras e cocktails molotov.

A violência dos últimos dias já provocou mais de 50 feridos, do lado das forças de segurança, e fez ressurgir o espectro dos confrontos do passado entre republicanos, católicos que apoiam a reunificação da Irlanda, e protestantes unionistas, que fizeram 3500 mortos.

De acordo com o canal de televisão CNN, os protestos terão começado depois de ter sido anunciada a absolvição dos líderes do partido nacionalista Sinn Fein, que alegadamente desrespeitaram as restrições impostas pelo confinamento e participatam num funeral de um antigo líder do Exército Republicano Irlandês-IRA, Bobby Storey.

Brexit cria tensões

A este motivo juntaram-se as tensões criadas pelos acordos comerciais do pós-Brexit. Segundo o Protocolo da Irlanda do Norte acordado entre o Reino Unido e a União Europeia, não haverá controlo alfandegário nas fronteiras terrestres das duas Irlandas.

Porém, a União Europeia vai fiscalizar todos os produtos oriundos da Grã-Bretanha que passem pelo Mar da Irlanda, mesmo aqueles que se destinam à Irlanda do Norte. Esta parte do acordo é o pomo de discórdia, nomeadamente para os unionistas, que receiam que os acordos comerciais deixem a Irlanda do Norte separada do resto do Reino Unido.

Apesar de um período de carência para permitir que as empresas se adaptem, as novas regras vão interromper o abastecimento e são denunciadas pelos sindicalistas como uma fronteira entre a Irlanda do Norte e a Grã-Bretanha e uma traição por parte de Londres.

- Publicidade -
FonteRFI
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.