- Publicidade-
InicioCulturaTeatroJosé Cruz, das salas de teatro para a moda

José Cruz, das salas de teatro para a moda

A pandemia de Covid-19 tem dificultado a vida de vários sectores da sociedade. Em França, a cultura e a restauração têm sofrido com o encerramento das respectivas actividades, que no espaço de um ano abriram apenas pouco mais de quatro meses.

Foram os últimos a abrir, e os primeiros a fechar, estas indecisões acabaram por dificultar a vida de todas as pessoas ligadas a esses sectores. Restaurantes e salas de teatro que fecharam definitivamente, empregados e artistas que mudam de actividade para ter um salário digno ao fim do mês, eis as problemáticas encontradas por este segmento da população.

Frantugais.
(© Cortesia José Cruz)

José Cruz, humorista franco-português, que passava a maioria do tempo em palco, quase não trabalhou durante o último ano, beneficiando de poucas ajudas.

Na continuidade do seu trabalho humorístico, que já tinha uma extensão com os vídeos difundidos no Youtube, José Cruz decidiu lançar-se na moda, no vestuário, com a mesma ideia de sempre, a dupla cultura que liga a França e Portugal. A marca por isso chama-se «Frantugais», uma mistura em francês das palavras francês e português.

Teatro. Imagem de Ilustração.
(© AFP – INA FASSBENDER)

José Cruz, em entrevista à RFI, admitiu que a situação está complicada em França, acreditando que nada vai mudar realmente para a cultura durante o mês de Maio, e revelando-nos o porquê desta aposta num sector completamente diferente.

José Cruz, humorista e fundador da marca «Frantugais», para além das suas actividades também vai publicar um livro, tentando abranger várias vertentes para alcançar uma vida digna e motivada não apenas pelo dinheiro mas também pela cultura na sua essência, ou seja aprender e divulgar conhecimentos.

- Publicidade -
FonteRFI
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.