- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Crónicas e Artigos Um Gênio e um Louco

Um Gênio e um Louco

Em 1879 o Professor James Murray, se candidatou para liderar a tarefa de elaboração do célebre Oxford Dictionary of English.

Monstruosa empreitada que consistiu em colocar toda a língua inglesa em livros, bem como a etimologia das palavras, e o sentido de cada termo.

O filme “O Gênio e o Louco”, que foi aos cinemas em 2019, contou essa história de um grupo de sábios que se reuniram para resolver a pendência de 20 anos da Universidade de Oxford.

No papel do Dr. William Chester Minor, Sean Penn atuou novamente com maestria. Encarnou o médico, militar, esquizofrênico e solitário.

Mel Gibson, o tenaz e intenso ator, representou o Professor James Murray, o sábio da época.

A trama mostrou o professor vencendo os preconceitos dos mestres de toga de Oxford, para encarar a empreitada nunca antes realizada.

Mesmo não sendo académico de formação, mostrou sua capacidade de homem letrado, estudioso e muito dedicado aos livros, cujas habilidades conferiram a ele a capacidade de iniciar esse dicionário.

Assumindo o compromisso, que sem algum grau de loucura não levaria adiante, teve a brilhante ideia de pedir ajuda ao povo para compor sua equipe. Através do envio de milhares de cartas à população do Reino Unido, recebeu respostas com as origens das palavras, que foram parar em seu dicionário.

Dr. William, um louco maior que James, após se tornar assassino, decidiu unir-se na busca das origens dos vocábulos e muniu o professor com milhares de palavras.

Dr. William foi preso, diagnosticado com esquizofrenia aguda e durante sua dedicação ao dicionário teve melhora considerável, imaginando ser possível resolver tal doença, se dedicando a esse tema tão valioso.

O medo é o afeto da ordem, do egoísmo e da covardia moral “Christian Dunker”.

O medo de se manter perseguido pela doença de seus pensamentos doloridos e maldosos, o fez entrar de corpo e alma nessa empreitada. Ele enviou ao professor, centenas de palavras para inserção no dicionário.

Recebeu dezenas de livros para suas pesquisas e, com dedicação benevolente, entregou seu precioso tempo à confecção do primeiro volume desse dicionário que, em sua totalidade, chegou a vinte volumes, anos mais tarde.

Nos primeiros meses de trabalhos incessantes, concentrou-se como se fosse uma perseguição à sua própria saúde.

E, por uma doce desgraça do destino, a viúva do assassinado cruza sua vida carcerária.

O povo daquele Reino, Unido, contribuiu com sua boa vontade e conhecimentos, sendo partícipe de um evento histórico de sua terra.

Todos envolvidos num mesmo objetivo, pensando juntos no mesmo tema, crescendo com o evento que em seu término entregou um grandioso resultado, daquele tempo dedicado por todos.

Que força incomensurável pode um povo, em conjunto, surtir um forte efeito na existência de todos como, por exemplo, extirpar uma peste, se utilizando do bom senso em prol do bem e do futuro da sociedade.

Quão belo são os esforços que se despejam resolutos na união de povos.

Famílias inteiras proporcionaram para si um novo mundo, pois os livros deram outro rumo às gerações vindouras que passaram a ser instruídas por sábios, que de antemão tiveram essa visão promissora, oportunizada por um gênio e um louco.

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.