- Publicidade-
InicioMundo LusófonoPortugalGoverno espera “recuperação bastante forte” da economia no segundo semestre

Governo espera “recuperação bastante forte” da economia no segundo semestre

O ministro das Finanças analisou hoje em conferência de imprensa os dados macroeconómicos mais recentes do país.

O Governo disse hoje que espera que a economia recupere no segundo semestre deste ano e depois em 2022.

O tom otimista ministro das Finanças deve-se ao recuo da pandemia e à continuação do programa de vacinação atualmente em curso, à medida que uma maior percentagem da população fica vacinada ao longo dos próximos meses.

O “comportamento muito acima do esperado do mercado de trabalho cria condições para que a partir do segundo semestre e no ano seguinte a economia tenha uma recuperação bastante forte”.

“O Governo e a Comissão Europeia esperam uma forte recuperação no segundo semestre”, destacou o ministro em conferência de imprensa no ministério das Finanças esta sexta-feira, 26 de março.

Para sustentar esta recuperação económica, o Executivo decidiu recentemente “estender os principais apoios às empresas até ao final do verão. Não podemos correr riscos no apoio à economia”.

João Leão revelou que dentro de três semanas será apresentado o programa de estabilidade, onde será revisto o “cenário macroeconómico e o crescimento da economia este ano”, disse, sem adiantar mais detalhes.

Segundo os dados hoje divulgados pelo INE, Portugal atingiu um défice orçamental de 5,7% em 2020 (depois de ter registado o primeiro excedente orçamental em democracia em 2019), e a dívida pública subiu de 116,8% para 133,6% do PIB em 2020.

A marca de 5,7% de défice orçamental foi menos negativa do que o estimado no Orçamento do Estado para 2021 (défice de 7,3% este ano), ficando mais próximo do previsto pelo Governo no Orçamento Suplementar apresentado em junho de 2020 (défice de 6,3%).

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.