- Publicidade-
InicioAngolaSociedadeTuberculose faz mortes em todos os municípios do Zaire

Tuberculose faz mortes em todos os municípios do Zaire

Treze pessoas, das 203 que contraíram tuberculose desde 2020 até o mês em curso, na província do Zaire, perderam a vida, revelou ao Jornal de Angola, o director clínico em exercício do Hospital Provincial, Pedro Domingos.

O responsável disse que grande parte dos casos de óbitos tiveram lugar porque os pacientes só recorreram aos serviços hospitalares quando a doença já estava em estado avançado, sublinhado, que comparativamente a 2019, houve uma redução de 131 casos da doença.

“A redução de casos de tuberculose no período em referência, deve-se as campanhas de sensibilização realizadas em todos os municípios da província, que visaram a informação dos factores que estão na base da doença, bem como os métodos de prevenção.

“As campanhas de sensibilização realizadas nas comunidades têm surtido efeito. Em Mbanza Kongo, por exemplo, temos internados apenas seis pacientes, cujo quadro inspira cuidados. Antes o número de internamento era muito mais. Portanto, há uma melhoria do quadro da doença na província”, destacou.

O consumo excessivo de bebidas alcoólicas, tabagismo e outras drogas como a liamba e mal nutrição são segundo Pedro Domingos, as principais causas que concorrem para o surgimento da tuberculose.
No concernente aos fármacos, Pedro Domingos garantiu haver quantidades suficientes para as necessidades da província, cuja distribuição tem sido gratuita.

O responsável informou que os exames laboratoriais e o tratamento da doença são totalmente grátis, pelo que “não se justifica a existência de casos de abandono do tratamento, pois, as pessoas que deixam de fazer a medicação acabam por ser potenciais disseminadores da tuberculose”.

Pedro Domingos aconselha os indivíduos que tenham tosse por mais de duas semanas a se dirigirem a uma unidade sanitária a fim de fazer análises, e na eventualidade de ter tuberculose iniciar imediatamente o tratamento. “Temos de evitar “tabus” com relação a tuberculose, pois, se tivermos a doença não temos de ter vergonha”, aconselhou.

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.