- Publicidade-
InicioMundo LusófonoPortugalPessoal da Marinha obrigado a devolver mais de 300 mil euros

Pessoal da Marinha obrigado a devolver mais de 300 mil euros

A Marinha estava desde 2002 a pagar dinheiro a mais. Foi avisada em 2012 e 2016 por diferentes entidades. Persistiu no erro. Agora, são 481 os militares ao serviço da Autoridade Marítima Nacional e os elementos da Polícia Marítima que terão de devolver 302 mil euros.

O Tribunal de Contas (TdC) reconhece que o chefe do Estado-Maior da Armada (CEMA) e o diretor-geral da Autoridade Marítima (DGAM) foram “negligentes”, mas iliba-os de qualquer sanção. Os marinheiros estão revoltados.

Há quem tenha sete, seis ou quatro mil euros para devolver. São cerca de 500 marinheiros e agentes da Polícia Marítima a prestar serviço de norte a sul do país. O dinheiro, relativo aos últimos quatro anos, vai começar a ser pago em abril, retirado mensalmente do ordenado. Não foram eles que fizeram as contas. Nunca sequer tiveram acesso aos cálculos.

- Publicidade -
FonteJN
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.