- Publicidade-
InicioMundoÁfricaCanal de Suez: Navio Ever Given foi parcialmente desencalhado

Canal de Suez: Navio Ever Given foi parcialmente desencalhado

Dezenas de navios estão a preparar-se para atravessar o Canal de Suez ainda esta noite, depois do cargueiro Ever Given, bloqueado há praticamente uma semana ter sido parcialmente desencalhado. Em seguida, a Autoridade do Canal de Suez anunciou em comunicado a retoma do tráfego no canal.

O Ever Given está finalmente a flutuar, mas ainda não pode rumar para o Mediterrâneo a partir do lado sul -o mais estreito- do canal do Suez. Entretanto há 369 navios e 8 mil milhões e meio de Euros em mercadorias à espera desde 23 de Março.

Depois de seis dias de esforços de dragas e rebocadores, que escavaram a área junto à proa do navio e tentaram mover o Ever Given, o navio está parcialmente a flutuar desde a madrugada de ontem. Isto não quer dizer que consiga finalmente partir porque a proa do cargueiro continua presa no fundo deste canal com apenas 24 metros de profundidade.

Uma vez que a maré suba, esta noite, 15 rebocadores coordenados pela Boskalis, uma empresa holandesa, tentarão colocar o Ever Given em águas navegáveis. Se depois dessa operação o cargueiro não conseguir partir, vai ser necessário descarregar pelo menos parte da carga da frente do navio, esse processo podendo demorar dias.

Ter desencalhado o Ever Given da margem leste do canal foi festejado e partilhado como tendo sido um esforço 98% local, mas ainda não há razoes para celebrar.

O Ever Given é um dos maiores cargueiros do mundo com 400 metros de comprimento. Ventos fortíssimos e uma tempestade de areia terão provocado o desnorte do navio que acabaria por ficar encalhado diagonalmente no canal durante 6 dias.

O Canal do Suez foi construído em finais do século XIX num Egipto que ainda se encontrava sob administração Inglesa.12% do comércio mundial passam neste curso marítimo que é a ligação mais curta entre a Europa e a Ásia.

- Publicidade -
FonteRFI
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.