- Publicidade-
InicioAngolaSociedadeVacinador atacado no Uíge

Vacinador atacado no Uíge

População resiste à vacinação de crianças contra o sarampo apesar de um surto da doença ter levado muitas no hospital

A população em várias zonas do Uíge está a resistir a uma campanha de vacinação de crianças contra o sarampo quando se regista um surto da doença que já resultou no internamento de 20 crianças no Hospital Geral do Uíge.

“Um vacinador teve que fugir para escapar à morte”, disse a directora provincial de Saúde, que reconhece muitas dificuldades.

“Infelizmente encontramos muitos constrangimentos. Um vacinador nosso escapou de ser assassinado na Vila da Mata, que faz fronteira com o Bairro Popular”, revelou Angelina Madalena Diogo.

“É uma situação muito triste visto que os sobas nos municípios não se pronunciaram mesmo tendo em conta a situação”, acrescentou Diogo.

Ela disse ainda que uma Igreja Batista e outra Pentecostal “não deixaram vacinar as crianças fugindo com elas”.

“Então eu apelo aos pais, igrejas, sobas e administração para fazerem algo para atingir os nosso objectivos que é vacinar pelo menos 95% e estamos apenas em 56% vacinados”, pediu Angelina Madalena Diogo.

O surto foi declarado no passado mês de Fevereiro, com a entrada de primeiros casos da doença no hospital Geral do Uíge.

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.