- Publicidade-
InicioDesportoMotoresContagem decrescente para circuito de Sakir

Contagem decrescente para circuito de Sakir

Depois dos testes de pré-época, as baterias estão viradas para sábado, 27 de Março, dia de definição da grelha de partida do primeiro Grande Prémio da época 2021, de Bahrein em Sakir.

A expectativa da corrida inaugural é grande pelo historial do circuito. Lewis Hamilton é o último vencedor e o primeiro foi Michael Schumacher. Três pilotos no activo inscreveram os seus nomes na lista de vencedores: Fernando Alonso (2005, 2006 e 2010), Sebastian Vettel (2012, 2013, 2017 e 2018) e Lewis Hamilton (2014, 2015, 2019 e 2020).

Na presente época juntam-se outros potenciais candidatos como Valtteri Bottas, Max Verstappen e Sergio Pérez. As casas de apostas apontam o jovem holandês da Red Bull como o favorito à vitória do GP de Bahrein. A curiosidade é a estreia de Mick Schumacher, filho do lendário heptacampeão alemão da F1.

O circuito de Sakir vai lançar os prognósticos do comportamento das equipas ao longo da época. As equipas técnicas vão absorver os pontos positivos e negativos.

Verstappen tirou a pressão da Red Bull e coloca a Mercedes como a equipa favorita à vitória. Os testes de pré-época demonstraram o contrário. A Red Bull apresentou-se num nível superior ao da Mercedes. Max superou os resultados de Bottas e Lewis Hamilton.

Face aos números e à confiabilidade da Red Bull nos testes de Sakir, amantes da F1 prognosticam que o ano 2021 pode ser diferente e apontam o holandês como virtual campeão. A Honda apresentou melhorias no motor, um indicador de “possível colapso” da Mercedes.

Outros experts desconfiam que a Mercedes está a esconder o verdadeiro funcionamento dos carros. Os vencedores das corridas inaugurais de 2017 e de 2018, Max Verstappen e Sergio Perez já assistiram ao “teatro” dos tetracampeões mundiais.

Nas últimas quatro épocas, Hamilton não venceu as primeiras quatro corridas, mas conquistou o campeonato. O vice-campeão saiu do grupo de vencedores das primeiras corridas.

A Red Bull e a Mercedes partem como grandes favoritas ao título, mas a Ferrari e a McLaren apresentaram alguma melhoria. Max e Ricciardo podem travar novas disputas, apesar da superioridade da Red Bull. A McLaren está equipada com novo motor Mercedes e pode elevar Ricciardo num pedestal maior que a edição passada. A equipa de Woking conta com a experiência do piloto australiano, um dos grandes candidatos à conquista de lugares de pódio.

A luta pelos primeiros pontos coloca a Mercedes, Red Bull, Ferrari, McLaren, Haas, Aston Martin, Alfa Romeo, Alpha Taure e Alpine na pista de Sakir em busca de novos recordes. Se a equipa tetracampeã procura o quinto título de construtores, a Red Bull pretende dar a Pérez e Verstappen o primeiro título de campeão. São desafios que podem surpreender na prova de estreia, devido às enormes áreas de escape e às inúmeras hipóteses de entrada de “Safety Car”.

Localizado em Sakir, no Bahrein, com 57 voltas, 15 curvas, um percurso de 308.230 quilómetros no próximo domingo, vamos assistir a uma corrida electrizante com lutas e ultrapassagens de cortar a respiração. O mundo aguarda pelo apagar das luzes vermelhas.

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.