- Publicidade-
InicioCovid-19União Europeia ameaça bloquear exportações de laboratório AstraZeneca

União Europeia ameaça bloquear exportações de laboratório AstraZeneca

A presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, ameaçou, sábado, bloquear as exportações da vacina AstraZeneca, se a União Europeia não receber as doses já encomendadas ao laboratório anglo-sueco. Von der Leyen pediu ao referido laboratório para respeitar o seu contrato com a Europa, antes de exportar para outros países.

O atraso na entrega das doses de AstraZeneca encomendadas pela União Europeia ao laboratório anglo-sueco , fez com que a presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen afirmasse que o bloco de 27 países, poderia recorrer a opção visando bloquear toda e qualquer exportção da vacina.

Segundo von der Leyen, se o laboratório anglo-sueco não cumprir os termos do contrato, a União Europeia recorrerá a todas opções disponíveis.

Os dirigentes europeus, vão efectuar na próxima semana o ponto da situação, sobre a entrega das vacinas encomendadas pela União Europeia.

A Comissão Europeia anunciou no dia 18 de Março, que vai encetar um procedimento contratual para resolver o conflito com o laboratório AstraSzeneca, cujas entregas da vacina anti-Covid, são significativamente inferiores ao número de doses inicialmente previsto.

O citado procedimento está previsto nos contratos de fornecimento de vacinas, concluídos pela União Europeia.

O AstraZeneca, tem-se revelado incapaz de entregar as vacinas encomendadas pelos países do bloco europeu.

Setenta milhões de doses da sua vacina anti-Covid, é o número de doses que, o laboratório anglo-sueco deve fornecer no segundo trimestre, numa altura em que também vários países decidiram suspender a vacinação com a AstraZeneca.

As setenta milhões de doses estão, por conseguinte, muito aquém das 180 milhões, previstas no contrato assinado com a União Europeia.

No primeiro trimestre que termina, a União Europeia vai receber apenas 30 milhões de doses.

Segundo o contrato assinado entre as duas partes, o laboratório sueco-britânico devia fornecer 90 milhões de doses.

Nos círculos europeus há suspeitas de que, o grupo AstraZeneca vendeu várias vezes as doses prometidas e por esse facto não consegue, agora garantir a entrega das vacinas, encomendadas pela União Europeia.

O mecanismo, que visa proibir as exportações de vacinas, é da competência do Estado membro, onde as mesmas são produzidas. Posteriormente a Comissão Europeia dá a luz verde.

A Itália recorreu ao citado mecanismo, de forma a bloquear a exportação de 250.000 doses da AstraZeneca, para a Itália.

- Publicidade -
FonteRFI
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.